Navigator
in

Navigator mantém redução parcial de produção durante junho

Empresa antevê recuperação das vendas até final do ano

A The Navigator Company vai continuar a garantir a totalidade do rendimento de todos os seus trabalhadores apesar de ter decidido renovar, até ao final de junho, a redução parcial de produção de papel UWF (papel de impressão e escrita) anunciada no mês passado, provocada por uma diminuição de encomendas, abrupta e sem precedentes, registada desde o final de março.

Apesar de serem visíveis os primeiros sinais de retoma da procura, os mesmos são ainda ténues e não permitem retomar a produção aos níveis anteriores.

Num contexto de redução das vendas de papel de impressão e escrita, a produção integrada de pasta foi ajustada de acordo com as necessidades de laboração das máquinas de papel, sendo que a fábrica de pasta de Aveiro, que alimenta a fábrica de tissue e produz a pasta para mercado, continua a operar dentro da normalidade

Por seu lado, no tissue, as fábricas de Aveiro e de Vila Velha de Rodão funcionam igualmente sem restrições nas suas operações.

 

Layoff simplificado

A Navigator tomou também a decisão de recorrer ao regime do layoff simplificado durante o mês de junho, sendo o número de colaboradores afetados pelo layoff de 1.201, dos quais apenas 97 em layoff integral, com efeitos a partir de 1 de junho.

De realçar que, no que diz respeito a equivalentes a tempo inteiro, estarão em layoff menos de 13% do universo total de trabalhadores da empresa, que garante a todos os colaboradores a totalidade do rendimento.

 

Recuperação progressiva das vendas até final do ano

A suspensão parcial da produção de papel foi realizada num contexto de abrandamento da atividade que levou a diversas paragens por parte dos produtores de papel em todos os continentes. Graças à posição na carteira de encomendas que detinha em março, a Navigator conseguiu adiar esta opção até ao limite possível, sendo que este ajuste possibilitou um maior equilíbrio entre a oferta e procura, minimizando o risco de maior acumulação de stocks na cadeia de abastecimento

A procura por papel de impressão e escrita é fortemente afetada num contexto de paralisação social, nomeadamente com o fecho de escolas, comércio e escritórios e o dinamismo do mercado deste papel no futuro próximo está dependente, como a maioria dos sectores económicos, do sucesso da retoma da atividade económica que se crê acontecer progressivamente a par com os programas de desconfinamento e regresso à normalidade possível”, pode ler-se no comunicado.

Deste modo, a Navigator estima que o efeito na procura global de UWF seja mais forte no segundo trimestre e com maior incidência nos mercados chave na Europa e nos Estados Unidos, antevendo-se uma recuperação progressiva até ao final do ano.

A procura por papel de escritório beneficiará particularmente da reabertura das escolas e universidades, do regresso dos trabalhadores aos escritórios e do ressurgimento do sector dos serviços. Noutro prisma, a procura por papel folio e bobinas dependerá do relançamento dos sectores de edição e publicação e do sector de promoção e publicidade (impressão comercial).

Mercadona

Mercadona retoma serviço de pronto a comer

NESCAFÉ

NESCAFÉ lança campanha que retrata o regresso à nova normalidade