in

Natura&Co conclui aquisição da Avon

A Natura & Co acaba de anunciar a conclusão da aquisição da Avon Products, Inc. e a nomeação de uma nova equipa de liderança sénior para impulsionar a próxima fase de crescimento da empresa.

Segundo o comunicado, “esta transação histórica dá origem à quarta maior empresa de beleza ‘pure play’ do mundo, marcando um novo e importante passo na construção de um grupo orientado a objetivos e comprometido com uma maneira diferente de fazer negócios“.

A combinação da Avon, Natura, The Body Shop e Aesop amplia significativamente o alcance de um grupo multicanal e multimarcas, que se irá tornar um líder no espaço “direct-to-consumer”, levando a beleza a mais de 200 milhões de consumidores em todo o mundo, através de múltiplos canais, pontos de contacto e marcas icónicas.

A Natura&Co vai ocupar posições de liderança em vendas de relacionamento, online e offline, tanto através da Avon como da Natura, com mais de 6,3 milhões de consultores e revendedores. O grupo também terá uma forte posição no retalho, com mais de três mil lojas e uma presença digital expandida em todas as empresas. A Natura&Co terá uma receita bruta anual combinada de mais de 10 mil milhões de dólares, mais de 40 mil associados, um amplo e complementar portfólio de produtos entre as principais categorias e uma presença global em mais de 100 países.

 

Estrutura organizacional

Roberto Marques, que se tornou presidente executivo do conselho de administração da Natura&Co, em 2017, também atuará como CEO do grupo. Roberto Marques entrou para o conselho de administração da Natura há cerca de quatro anos. Durante esse período, defendeu a abordagem global, multicanal e multimarcas, liderando a aquisição da The Body Shop, em 2017, e agora a combinação com a Avon. Possui uma vasta experiência global e um forte currículo de transformação no sector de bens de consumo, tendo ocupado, antes da Natura&Co, vários cargos de liderança sénior na Johnson & Johnson e Mondelez International, durante mais de 30 anos.

Roberto Marques irá continuar a liderar o comité operacional do grupo (GOC), que inclui os CEOs de cada um dos quatro negócios e marcas, além de importantes posições funcionais.

As quatro unidades de negócios foram organizadas com base nas prioridades estratégicas do grupo nesta fase. Assim, a Natura&Co América Latina abrange a responsabilidade pelos resultados da Natura, Avon, The Body Shop na região e Aesop no Brasil. Esta função também terá a responsabilidade da inovação e administração global da marca Natura. A Avon (exceto América Latina) será responsável pelo resultado de todos os “clusters” de mercado na Europa, África, Oriente Médio e Ásia. Essa função também terá a responsabilidade de garantir a inovação e administração da marca Avon a nível global. Além disso, no futuro, será responsável pela expansão internacional da marca Natura fora da América Latina.

João Paulo Ferreira assume o cargo de CEO da América Latina da Natura & Co. A nova organização na América Latina vai permitir que as quatro marcas do grupo maximizem o seu potencial, capturem sinergias significativas e acelerem o seu crescimento e a presença multicanal. João Ferreira liderou com sucesso a revitalização da Natura no seu modelo de venda direta, desde que se tornou CEO, em outubro de 2016, acelerando o novo modelo comercial e a digitalização. Anteriormente, foi vice-presidente de operações e logística e vice-presidente comercial da Natura, após uma longa carreira na Unilever.

Angela Cretu é nomeada CEO da Avon, responsável pelos negócios fora da América Latina e pela supervisão global da marca. Natural da Roménia, tem mais de 20 anos de experiência na Avon em vários cargos executivos sénior, mais recentemente como vice-presidente do grupo e gestora geral da Europa Central, responsável por 18 países. Antes disso, liderou os “clusters” da Europa Oriental e de África/Médio Oriente e cargos globais.

David Boynton mantém-se como CEO da The Body Shop, continuando a impulsionar a transformação e revitalização da marca que está em andamento e já a produzir resultados positivos. Anteriormente, foi CEO da Charles Tyrwhitt e diretor administrativo da Western Markets da L´Occitane.

Michael O’Keeffe, CEO da Aesop desde 2003, também permanece na sua posição atual, impulsionando o alto crescimento desta marca única e de prestígio e, com o apoio do resto do grupo, transformando-a num negócio de sucesso. “Ao lado da experiente, diversificada e internacional equipa de gestão sénior que acabamos de anunciar, tenho orgulho e privilégio em liderar os próximos passos da Natura & Co na sua viagem. O nosso objetivo é construir não apenas a melhor empresa de beleza do mundo, mas a melhor empresa de beleza para o mundo. Com a adição da Avon, criamos uma família de empresas com alcance direto ao consumidor inigualável e uma plataforma formidável de crescimento. Estou ansioso para que possamos trabalhar juntos e impulsionar, ainda mais, a nossa abordagem tripla de sustentabilidade e escrever o próximo capítulo da nossa jornada”, afirma Roberto Marques.

Publicidade

Publicidade

Portugueses gastaram mais 500 milhões de euros em compras no Natal

Dachser Iberia conquista terceira acreditação SQAS