in ,

Metro revê em baixa as suas previsões de crescimento

O grupo alemão Metro reviu em baixa as suas previsões de crescimento do Ebitda para o seu exercício fiscal 2017/2018, face aos resultados na Rússia.

Concretamente, em vez do aumento de 10% inicialmente estimado, as novas perspetivas vão no sentido de apenas uma ligeira melhoria face aos 1.436 milhões de euros obtidos no exercício anterior.

Relativamente às vendas, a Metro antecipa uma taxa de crescimento de 0,5%, em vez dos 1,1% inicialmente previstos. No caso das vendas comparáveis, o grupo mantém as suas estimativas de uma subida de 0,5% comparativamente ao ano anterior.

O grupo atribui esta redução de previsões ao comportamento menos positivo do seu negócio russo. A empresa esperava uma melhoria significativa das vendas neste mercado, durante o segundo semestre fiscal, mas a deterioração da situação geopolítica não vai contribuir neste sentido.

Publicidade

População portuguesa desconhece realidade agrícola

STEF regista volume de negócios de 760 milhões de euros no 1.º trimestre