in , , , ,

MDD cada vez mais populares na Bélgica

As vendas de produtos de marca própria nos supermercados belgas atingiram um valor recorde em 2016, uma tendência que, de acordo com a Nielsen, não deverá cessar.

Em valor, as marcas próprias foram responsáveis por 36% do total das vendas do retalho alimentar belga. “A maior quota de mercado alguma vez registada”, refere Tom Penninck, Client Business Partner na Nielsen. Em volume, a quota atingiu os 50%.

A Nielsen acredita que esta tendência irá manter-se por alguns anos, até que se atinja um ponto de saturação. Noutros países europeus, as marcas próprias estagnaram nos 40% em valor.

56% dos consumidores belgas indicam a possibilidade de comprar mais produtos de marca própria no próximo ano. Existem duas razões principais para a sua popularidade, por um lado, a melhoria da qualidade da oferta e, por outro, o preço competitivo. “A diferença de preço entre as marcas de fabricante e as marcas próprias aumentou nos últimos anos. Há seis anos, a diferença era 78%. Hoje é 88%”, diz o consultor da Nielsen.

Publicidade

Nestlé investe 37 milhões de euros em Espanha

Mundiarroz fornecedor oficial do 55.º Open de Portugal em golfe