in

Maioria dos consumidores dá mais importância às experiências do que à posse

Foto Shutterstock

90% dos consumidores dão mais importância às experiências que às posses nas suas vidas pessoais, assinala o Global Monitor da Kantar.

É por este motivo que, segundo o estudo, “os profissionais de marketing devem encontrar formas de transformar os bens em experiências e novos modos de acrescentar valor para fazer face à crescente concorrência, sobretudo na época de Natal”.

A consultora assinala que já não basta oferecer um grande produto ou serviço, já que os consumidores querem que este seja acompanhado de uma grande experiência. Quanto maior esta for, mais valor se atribui à marca. “A importância da experiência eclipsa qualquer outro aspeto. Ainda assim, observamos que muitas marcas não conseguem oferecer experiências consistentes e relevantes, deixando passar uma oportunidade clara de melhorar o seu ROI”.

Na era digital, o “consumer journey” tornou-se muito mais complexo e será ainda mais complicado quando a realidade aumentada, a realidade aumentada e a inteligência artificial se tornem familiares. Em comparação com as décadas anteriores, hoje, cada vez mais se presta uma maior atenção ao estilo de vida e às experiências. A análise longitudinal de 12 anos do estudo BrandZ, conduzido pela Kantar e pela WPP, revela que as marcas com um valor elevado na componente de experiência superaram em 188% o resto do mercado.

Publicidade

Publicidade

Fidelidade dos clientes da Amazon em queda desde 2017

“Comprar é Ajudar” angaria 200 mil refeições para animais acolhidos por instituições