in

L’Oréal cresce impulsionada pelas linhas de coméstica de luxo e ativa

A L’Oréal faturou 14.811,5 milhões de euros durante o primeiro semestre, 7,3% a mais do que no mesmo período do ano anterior, tendo em conta o crescimento em termos comparáveis. Também registou um lucro líquido de 2.326,7 milhões de euros, o que significa um aumento de 2,6%.

Por segmentos de negócio, a divisão de produtos de consumo cresceu 3,1%, para 6.530,5 milhões de euros, a L’Oréal Luxe, focada em cosmética de luxo, alcançou 5.150,1 milhões de euros (+13,2%), a área de produtos profissionais faturou 1.714,2 milhões de euros (+2,5%), enquanto o negócio de cosmética ativa registou vendas em 1.416,7 milhões de euros (+13,6%).

Quanto ao canal digital, aumentou as suas vendas em 48,5% e já representa 13,2% da faturação total. O retalho de viagem é outro dos motores de crescimento do grupo, experimentando um aumento de 21,2%.

Na Europa Ocidental, o volume de negócios cresceu 1%, para 4.212,6 milhões de euros. O mercado de consumo cresceu moderadamente, ganhando quota e experimentando sucesso no lançamento da Garnier Organic. A L’Oréal Luxe foi dinâmica na Alemanha, na Escandinávia e em todo o sul da Europa, mas o segundo trimestre foi difícil em França.

Sagres aposta em rótulos sustentáveis 100% de papel

Grupo Raja adquire Staples Solutions em França, Itália e Espanha