in ,

Lidl inaugura o seu primeiro entreposto logístico semi-robotizado em Portugal

Com um investimento de 73 milhões de euros, o recente entreposto do Lidl já está a operar a 100%

O Lidl Portugal inaugurou oficialmente o seu mais recente entreposto em Santo Tirso, numa cerimónia que contou com a presença do secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, do presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, do presidente da Assembleia Municipal, Fernando Benjamim, do presidente da União de Freguesias de Santo Tirso, Couto e Burgães, Fernando Gomes da Silva, assim como dos membros do gabinete municipal.

Dando continuidade à aposta que o Lidl tem vindo a fazer na região Norte, onde já tem 82 lojas, este entreposto teve um investimento de 73 milhões e vem substituir o anterior, de Vila Nova Famalicão, existente desde 1997. Esta substituição exigiu uma reorganização das equipas existentes, tendo sido criados quase 200 novos postos de trabalho, aos quais se juntam os colaboradores que transitaram do anterior entreposto em Famalicão, construindo uma equipa de cerca de 350 colaboradores.

De acordo com o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, “o investimento de mais de 70 milhões de euros neste recente entreposto de Santo Tirso, assim como a criação de emprego a par do desenvolvimento tecnológico, espelham o seu compromisso com Portugal – e com a região Norte. São bem-vindos mais exemplos destes que demonstram a importância do empenho do tecido empresarial para a nossa economia”.

 

Entreposto semi-robotizado

Luis Vergueiro, diretor geral do Lidl Portugal para a região Norte, refere que “este recente entreposto do Lidl é o mais moderno de Portugal e um dos mais modernos da Europa. Com a sua operação, conseguimos ser mais eficientes e rápidos na forma de levar a nossa qualidade ao melhor preço a todos os portugueses, uma vez que aumentámos substancialmente a nossa capacidade de armazenagem e de abastecimento de lojas na região Norte. Pretendemos, desta forma, garantir uma proximidade ainda maior com os cidadãos, oferecendo-lhes tudo o que necessitam para o seu dia-a-dia”.

Marcando o desenvolvimento de uma nova zona industrial em Santo Tirso, (Zona Industrial da Ermida), este entreposto ocupa um espaço de 48 mil metros quadrados, equivalente a cinco campos de futebol e tem capacidade para abastecer mais de 100 lojas, garantindo uma maior eficiência de resposta e ganhos significativos do ponto de vista da sustentabilidade das operações. A capacidade de armazenagem é de 55 mil paletes e conta com mais de 90 cais.

Contudo, este projeto torna-se diferenciador, especialmente, por se tratar do primeiro entreposto semi-robotizado do Lidl em Portugal, o que traz benefícios, como um maior ganho de capacidade de armazenamento por metro quadrado, menos perdas de produto, maior eficiência da operação e uma mais eficiente organização da entrada e saída das paletes.

“Este entreposto do Lidl tem uma grande importância para o nosso território, não só do ponto de vista da criação de emprego, mas também enquanto exemplo do sucesso da política de captação de investimento para o concelho que temos vindo a desenvolver. Por outro lado, ao estar na vanguarda da sustentabilidade, graças à utilização das energias renováveis e à gestão inteligente da iluminação, bem como da luz natural e de uma operação semi-robotizada, o entreposto do Lidl está perfeitamente enquadrado na estratégia do município de Santo Tirso no que refere à defesa e preservação do ambiente”, indica o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa.

 

Sustentabilidade

Reforçando o compromisso do Lidl com a sustentabilidade, o entreposto conta com energias renováveis (painéis solares) e uma gestão inteligente da iluminação (garantida através de sensores), bem como câmaras de frio com um sistema de arrefecimento com recurso a gases/fluidos naturais, que minimizam os efeitos nocivos para a camada do ozono.

À semelhança de todos os entrepostos e lojas Lidl, tem a certificação ISO50001, um sistema de gestão de energia que visa um melhor desempenho, consumo e eficiência, e a certificação BREEAM, que classifica os edifícios sustentáveis tendo em conta categorias como gestão, saúde e bem-estar, energia, transporte, água, materiais, resíduos, utilização do solo e ecologia e contaminação.

O entreposto conta ainda com 400 lugares de estacionamento e seis estações duplas de carregamento para veículos elétricos, na sequência do compromisso assumido pela empresa a nível de mobilidade sustentável, anunciada em junho 2020. Este prevê a criação de uma rede de mais de 100 postos, até ao final de fevereiro de 2022, ligando Portugal de norte a sul, em todas as capitais de distrito.

Publicidade

Jungheinrich

Jungheinrich automatiza centro logístico da tecnológica Prodrive Technologies

e-commerce

Vendas online serão responsáveis por 40% de todas as vendas em cadeias de retalho até 2026