in ,

JD.com introduz comboio de mercadorias para a logística do e-commerce europeu

A JD.com introduziu uma solução para os retalhistas online europeus que procuram vender na China: um comboio de mercadorias.

O China Railway Express é “mais rápido que o transporte marítimo e mais barato que o aéreo”, segundo assegura a JD.com.

A primeira carga completa de produtos adquiridos pela gigante chinesa do comércio eletrónico na Europa transportada neste comboio viajou desde a Alemanha até à China. O comboio saiu da estação de Hamburgo e viajou 10 mil quilómetros até Shaanxi, onde a JD.com opera um importante centro de distribuição para as compras transfronteiriças. Entre a carga constavam produtos alimentares e bebidas, mobiliário e material de automação. Muitos destes produtos deverão ser vendidos a 18 de junho, quando se celebra o festival de anual de vendas da empresa.

O China Railway Express deverá entregar produtos europeus na China 35 dias mais rápido em comparação as rotas marítimas. Além disso, a rota por comboio é 80% mais barata que o transporte aéreo.

Outra vantagem é que os retalhistas e os vendedores não terão que lidar com procedimentos personalizados custosos. A JD trata de todos os aspetos do processo de carga, desde a estação de Hamburgo até à entrega aos consumidores chineses.

Este comboio funciona ainda como armazém móvel. Quando os produtos são carregados em Hamburgo, podem incluir-se imediatamente na lista de vendas na loja online da JD. De acordo com o Internet Retailing, isto significa que os consumidores podem encomendar os produtos quando ainda estão em trânsito, reduzindo os tempos de espera e os custos de armazenamento e aumentando a eficiência da gestão de stocks para as marcas e retalhistas.

Publicidade

Immochan passa a denominar-se Ceetrus

É o fim de uma era na Starbucks