in

Insolvências e novas constituições abrandam em 2017

As insolvências de fevereiro decresceram 6,7% face ao mês homólogo de 2016, mas o número total de empresas insolventes nos dois primeiros meses de 2017 foi superior ao valor registado nos últimos dois anos (+7%), diz o “Estudo sobre Insolvências e Constituições em Portugal” da Iberinform, filial da Crédito y Caución.

Nota positiva para os distritos de Braga e Coimbra que registaram menos insolvências, menos 14,5% e 37,7%, respetivamente.

As constituições desaceleram, passando de 3.488 para 3.243 empresas em fevereiro de 2017, o que traduz uma quebra de 7,6% no número de novas empresas.

Publicidade

Sogenave traz para Portugal sumos e chás biológicos da Pfanner

Nivea reforça oferta de águas micelares