in

Indústria europeia anuncia novo compromisso de reduzir açúcares adicionados nas bebidas

A UNESDA – Soft Drinks Europe, que representa a indústria de bebidas refrigerantes na Europa, anunciou um novo compromisso de reduzir em mais de 10% a média de açúcares adicionados em bebidas refrigerantes, entre 2019 e 2025, em toda a UE-27 e no Reino Unido.

Isso representará uma redução geral de 33% na média de açúcares adicionados nas últimas duas décadas, com base nas metas anteriores de redução de açúcar, que a indústria alcançou de 2015 a 2019 (redução média de 14,6%) e de 2000 a 2015 (redução média de 13,3%).

 

PROBEB

A PROBEB – Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas, enquanto membro da UNESDA, tem desenvolvido a sua atuação em linha com estes objetivos apoiada pela indústria de refrigerantes. No âmbito do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS), alinhado com a Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS), a PROBEB assinou, em maio de 2019, com a APED (Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição), o compromisso sectorial de reformulação no qual já se comprometiam, até 2022, com a redução de 10%, em média ponderada, do teor de açúcar na categoria de bebidas refrigerantes. No final de 2019, a indústria já tinha reduzido 11,4%, valor acima da meta estabelecida.

Já antes, em 2016, a PROBEB assumiu, perante o Ministério da Saúde, o compromisso monitorizado de reduzir em 25%, no mínimo, o teor calórico dos refrigerantes, entre 2013 e 2020. Entre 2013 e 2019, foi alcançada uma redução de 30,5%.

 

Indústria

Por ocasião do seu 63.º aniversário, a UNESDA promove, agora, a nível europeu novos e melhorados compromissos de saúde e nutrição, tendo por objetivo continuar a ajudar os europeus a gerir a ingestão de açúcares adicionados. “Num momento de evolução das preferências do consumidor e de aumento das expectativas de saúde pública, estes compromissos são o contributo da indústria para que uma escolha mais saudável se torne numa escolha fácil, enquadrados na Estratégia Farm to Fork da União Europeia e do seu código de conduta para negócios e práticas de marketing responsáveis“, pode ler-se no comunicado.

A indústria de refrigerantes cumprirá este novo compromisso continuando a adotar uma ampla gama de ações aceleradas, incluindo a reformulação de receitas para reduzir os açúcares, mantendo o seu sabor. Além disso, continuará a inovar para desenvolver novos produtos sem ou com baixas calorias, com diferentes níveis de doçura, e irá continuar a promover bebidas sem açúcar e com baixo teor de açúcar/calorias, de forma a encorajar a escolha do consumidor em relação a esses produtos.

Publicidade

Gama Montiqueijo

Montiqueijo conquista novo certificado de qualidade IFS Food

sidra

Um quinto dos portugueses consome sidra