in

Futuro da segurança alimentar está em risco

Um novo relatório da FAO, intitulado “O Futuro da Agricultura e Alimentação: Tendências e Desafios”, adverte os problemas que o planeta enfrenta nas próximas décadas para conseguir garantir a segurança alimentar da população mundial.

Este relatório conclui que é necessário e urgente investir em modelos de produção alimentar mais sustentáveis, em pesquisa e desenvolvimento, em agricultura e em novos sistemas agroalimentares, numa busca por soluções para combater problemas como a escassez de água.

O relatório da Food and Agriculture Organization destaca que o futuro da segurança alimentar está em risco por diversos motivos. Pressão excessiva sobre os recursos naturais, consequências das alterações climatéricas, estagnação do rendimento das culturas ou o atual sistema alimentar são alguns dos problemas identificados.

No relatório observa-se que a expansão da produção de alimentos nas últimas décadas, bem como o crescimento económico, tem um alto custo ambiental. Quase 50% das florestas do mundo desapareceram, as fontes de água subterrânea estão a esgotar-se a um ritmo acelerado, a biodiversidade tem sido seriamente corroída.

Os peritos da FAO explicam que a tendência é de piorar, como resultado do aquecimento global, que está a causar e causará novos problemas para a segurança alimentar.

De acordo com o relatório, será necessário realizar diversos esforços e investimentos, caso contrário, em 2030, grande parte da população mundial vai passar fome.

Publicidade

Nestlé apresenta Nan Optipro 4

Vinhos Verdes

CVRVV convida ministra das Finanças da Suécia para vindima de 2017