in

Fnac inaugura espaço lúdico no Hospital Pediátrico de Coimbra

No âmbito da sua política de responsabilidade social, a Fnac estabeleceu uma parceria com o Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC) através da qual assumiu o compromisso de criar um espaço de cultura e lazer destinado aos doentes internados neste centro hospitalar.

Com a missão de proporcionar momentos de felicidade que ajudem a suavizar o período de permanência das crianças e jovens dos sete serviços de internamento do hospital, este espaço lúdico Fnac, que inaugura a 10 de janeiro, apresenta várias atividades que ajudam estes pacientes a ocupar o seu tempo durante a sua passagem por esta unidade de saúde. Dividido em duas áreas, entretenimento e leitura, o espaço está preparado para proporcionar momentos de lazer. Está equipado com consolas de jogos, TV, DVDs de filmes infantis, tablets, jogos e brinquedos lúdicos. Na zona dedicada à leitura encontram-se centenas de livros, de diversos géneros e para várias idades, cumprindo-se, assim, uma das metas da Fnac de criar e fomentar hábitos de leitura junto dos mais novos. Este local será ainda o palco para outras iniciativas como feiras de livros, leituras “Hora do conto”, entre outras.

O espaço do HPC é o terceiro projeto do género que a Fnac cria em contexto hospitalar. O primeiro foi inaugurado em 2009, no Hospital de São João, e o segundo em 2018, no Centro Materno Infantil do Norte. “É muito gratificante conseguirmos contribuir para o bem-estar da comunidade onde nos inserimos. Mais ainda quando nos envolvemos num projeto através do qual sabemos que vamos conseguir ter um impacto positivo na vida das crianças internadas, num momento em que se encontram fragilizadas física e emocionalmente, ajudando a fazê-las sentir-se um bocadinho mais em casa”, afirma Nuno Pardalejo, diretor de operações da Fnac Portugal.

Por ano, o HPC recebe em regime de internamento 3.800 crianças/jovens e realiza cerca de 125 mil consultas. Anualmente, o hospital de dia realiza mais 5.400 sessões, correspondentes a tratamentos em que as crianças/jovens não ficam internadas, mas que acabam por passar grande parte do dia nesta unidade de saúde.

IKEA deixa de vender artigos de plástico descartável

Tejo Academia nasce para potenciar presença dos vinhos da região na restauração