in

Europa aprova o consumo de gafanhotos

A Comissão Europeia deu luz verde ao consumo de gafanhotos. Após a aprovação das larvas-de-farinha no início deste ano, esta é a segunda espécie de inseto a ser oficialmente aprovada como alimento na União Europeia.

Desde 2018, o chamado Regulamento de Novos Alimentos está em vigor na Europa, estipulando que novos alimentos, incluindo insetos, só podem ser consumidos após passarem por uma série de extensas verificações de segurança e saúde. Esta aprovação acaba de acontecer para o gafanhoto migratório: pode agora ser utilizado congelado, seco e em pó na comida, como snack ou incorporado em qualquer outro prato.

Embora a aprovação de gafanhotos só tenha acontecido agora, os animais já estão há algum tempo à disposição em vários supermercados.

 

Mais insetos a caminho

A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) emitiu recentemente uma avaliação positiva para o consumo da larvas-de-farinha amarela e do grilo doméstico. Ambos os insetos, portanto, provavelmente receberão aprovação oficial em breve. Além disso, existem atualmente nove aplicações de insetos em avaliação de segurança pela EFSA.

Publicidade

Jungheinrich

Jungheinrich expande portfólio com robots móveis autónomos

Remistura

Cockburn’s e Musa reatam relação para lançar nova cerveja Remistura