in ,

Ervideira diversifica portfólio com azeite e aguardente

A Ervideira diversificou o seu portfólio com o lançamento de um azeite premium e de uma aguardente de medronho.

Os desafios do ano passado serviram para a empresa inovar e, ao mesmo tempo, apoiar pequenos negócios da zona, enquanto incentivo à produção nacional bastante afetada com o impacto da pandemia, em 2020. “Depois de analisarmos a situação no mercado, encontrámos oportunidades excelentes para diversificar o nosso portfólio e entrarmos em mais uma aventura. Podermos inovar na nossa produção e, ao mesmo tempo, apoiar os pequenos produtores da região tornou-se um dos fatores mais importantes para nós, nesta altura”, explica Duarte Leal da Costa, diretor executivo da Ervideira. “Sentimos que é um remate certeiro, pois ao, mesmo tempo, mantemos a nossa intenção de disponibilizar produtos premium e inovadores aos nossos consumidores e entrarmos em novas categorias com a marca Ervideira”, conclui Duarte.

 

Azeite premium

O novo Azeite Ervideira é fruto de uma parceria com a Cooperativa de Portel, de forma a poder selecionar os melhores azeites DOP, fruto das oliveiras centenárias de olivais extensivos da variedade Galega, produzida pelos pequenos agricultores da região. A Ervideira lança, assim, um azeite premium, macio e frutado, de muito baixa acidez.

Para além de apresentar um azeite verdadeiramente especial, ajuda e promove a manutenção dos pequenos agricultores regionais, bem como a manutenção dos olivais extensivos e da paisagem rica em oliveiras centenárias.

 

Aguardente

Vários anos após a Ervideira ter plantado os primeiros medronheiros e estar agora com plantações expressivas desta planta, lança agora a sua primeira Aguardente de Medronho.

O medronheiro, Arbustos Unedo, também conhecido como “Ervedeiro”, é um arbusto utilizado como decoração ou para produção de fruto, que, quando fermentado e destilado, dá uma aguardente única, aveludada, aromática e muito macia. Esta nova referência da Ervideira foi feita em parceria com Joaquim Inácio da Costa, mestre medronheiro.

 

Esta aguardente muito fina é capaz de se beber pura ou em cocktails, pelo que se juntou a esta garrafa um livro de receitas.

Sem dúvida que vem ajudar a biodiversidade no meio das vinhas, apoiando na sustentabilidade, e no balanço dos níveis de oxigénio que tanto procuramos, mas acima de tudo, procuramos juntar ao portfólio da Ervideira mais um produto premium, que proporciona prazer a todos os nossos amigos”, acrescenta Duarte Leal da Costa.

Publicidade

Senses Viognier

Adega de Borba apresenta nova colheita Senses Viognier 2020

Quick Commerce

Glovo consolida Quick Commerce em Lisboa