in ,

Entregas ao domicílio e Netflix beneficiam do surto de coronavírus

Foto Shutterstock

Nem todos os negócios estão a sofrer com o novo coronavírus. De acordo com um relatório elaborado pelo Barclaycard, os serviços de entrega de comida ao domicílio e as plataformas de streaming parecem estar a beneficiar da propagação do COVID-19.

No caso das entregas de refeições, no passado mês de fevereiro, verificou-se um crescimento de 8,7% nas vendas, no Reino Unido. Por seu turno, plataformas como a Netflix saltaram 12,4%. O The Drum, que dá conta do relatório, justifica os resultados com o receio que as pessoas têm de sair à rua.

Em sentido oposto, os grandes armazéns viram as vendas recuar 3,6% e os restaurantes sofreram uma quebra de 6,4%.

Outro estudo do British Retail Consortium dá conta de um abrandamento de 1,8% nas vendas em lojas físicas que não sejam de âmbito alimentar. Por outro lado, as lojas deste tipo com presença online registaram um crescimento de 3,6% nas vendas.

Publicidade

Publicidade

PepsiCo compra Rockstar Energy

Henkel testa postos de reenchimento de detergente