in

El Corte Inglés converte loja emblemática num espaço exclusivamente dedicado ao desporto

O El Corte Inglés transformou a sua emblemática loja localizada na avenida Portal de l’ Àngel, em Barcelona, num ponto de venda exclusivamente dedicado ao desporto.

Os cinco andares do centro de seis mil metros quadrados estão dedicados a esta atividade, acolhendo 15 mil referências de 150 marcas desportivas. “Submetemos esta loja a uma importante reforma para convertê-la num espaço com oferta exclusiva para todo tipo de atividades desportivas e com o melhor pessoal especializado, para que os entusiastas de qualquer desporto encontrem tudo o que procuram”, diz o El Corte Inglés. “Trata-se de um novo conceito de espaço funcional, amplo, no qual se suprimiram os corredores e se redesenharam as zonas, oferecendo um formato comercial totalmente inovador”, indicam fontes do retalhista espanhol à revista infoRETAIL.

De acordo com o El Corte Inglés, esta loja tem a oferta comercial mais completa de Barcelona e serviços especializados como o enceramento de skis, por exemplo. O primeiro andar será totalmente dedicado à Nike, o segundo à Adidas e à Reebok, o terceiro à moda desportiva e ao “athleisure”, o quarto ao outdoor e o quinto a desportos como o ciclismo, o ténis e o padel.

Mas a aposta do El Corte Inglés no mundo do desporto não se fica por aqui. Na loja de Puerta del Sol, em Madrid, a Nike vai abrir um dos seus maiores espaços de Espanha. A multinacional norte-americana ocupará os quatro andares do centro, que conta com uma superfície de 1.600 metros quadrados e cuja abertura está prevista para este outono.

Deste modo, o El Corte Inglés prossegue com a estratégia de se aliar a grandes marcas internacionais, como aconteceu recentemente com a Samsung e que resultou na abertura da maior loja de Espanha da tecnológica sul-coreana, localizada no centro de Callao, também em Madrid, onde oferece um espaço de experiências e mostra as suas últimas novidades.

Publicidade

Publicidade

Toys ‘R’ Us deixa de vender online

Bens de grande consumo com a maior subida desde o início de 2012