in

DS Smith alinha operações globais para limitar o aumento da temperatura do planeta a 1,5°C

A DS Smith anunciou o compromisso de alinhar todas as operações globais para limitar o aumento da temperatura do planeta a 1,5°C, em relação à temperatura anterior à Revolução Industrial, uma meta estabelecida pelo Acordo de Paris. O plano para 1,5°C foi submetido a verificação através dos Science Based Targets (SBTi).

Para isso, a empresa está a acelerar a redução das emissões de carbono nas suas operações e nas dos seus parceiros e fornecedores. Nesse sentido, compromete-se a reduzir as suas emissões de gases com efeito de estufa de Scope 1, 2 e 3 em 46%, em termos absolutos, até 2030, em comparação com os níveis de 2019. Estes objetivos farão com que a DS Smith, membro da Race to Zero, da ONU, se mantenha em linha com o seu compromisso anterior de atingir as zero emissões líquidas (Net Zero) até 2050.

“Este anúncio demonstra a nossa ambição de reduzir as emissões de carbono como parte dos nossos objetivos de sustentabilidade a longo prazo. Este compromisso não só garante que a empresa lidera o caminho, reduzindo a nossa pegada de carbono, mas também que os nossos fornecedores e parceiros fazem o mesmo”, comenta Ignacio Montfort, Managing Director da DS Smith Ibéria.

“A nossa empresa tem planos de crescimento muito ambiciosos para os próximos anos, à medida que lideramos a transição para uma economia circular. Estes compromissos são uma parte fundamental da nossa estratégia de sustentabilidade Now and Next, que nos ajudará a criar um impacto positivo para as pessoas e para o planeta, agora e no futuro”, acrescenta.

 

Compromissos

Para cumprir este compromisso, a DS Smith investirá regularmente nas suas operações durante os próximos 28 anos. Esses investimentos visam a adoção de soluções de engenharia de última geração, como a tecnologia de aquecedores de biometano. A empresa também irá utilizar fontes de energia renováveis, como a eólica e solar, e acordos de compra de energia para substituir a eletricidade da rede.

 

Incentivos

A DS Smith irá, também, incentivar todos os seus fornecedores estratégicos a adotarem os SBTi até 2027. Esta ação dá resposta aos stakeholders, que procuram trabalhar com empresas com objetivos comuns e comprometidas com os SBTi, as zero emissões líquidas e a economia circular. Como parte desta abordagem, a DS Smith trabalha em estreita colaboração com parceiros, fornecedores, clientes e decisores para, em conjunto, travar as alterações climáticas através da economia circular, em linha com os objetivos ambiciosos da empresa.

O apoio a estes compromissos integra um plano de transição para as zero emissões líquidas, que estabelecerá ações e marcos estratégicos para atingir esse objetivo. O plano, que será publicado este verão, está alinhado com a estratégia de crescimento do Grupo e resume as iniciativas que serão levadas a cabo, dando prioridade às principais fontes de emissão de gases com efeito de estufa.

Carrinhas Nestlé Professional

Nestlé Professional com frota elétrica

Henkel

Henkel planeia fundir Laundry & Home Care e Beauty Care