in

Dove e Conservation International anunciam projeto de restauração florestal de 8,5 milhões de euros

A Dove anunciou um dos maiores esforços de proteção e restauração realizado por uma marca de beleza até à data, elaborado para proteger e restaurar as florestas, proteger os habitats de espécies ameaçadas e melhorar os meios de subsistência de 16 mil pessoas, no norte da Sumatra, na Indonésia.

Em parceria com a Conservation International, e em apoio à sua colaboração com o Ministério do Ambiente e das Florestas (MoEF), a Dove irá proteger e restaurar 20 mil hectares de floresta, uma área com aproximadamente o dobro da dimensão de Paris, nos próximos cinco anos.

Estima-se que o Projeto de Restauração Florestal da Dove capture mais de 300 mil toneladas de CO2 da atmosfera e evite a libertação de mais de 200 mil toneladas de emissões de CO2. Estes impactos projetados serão monitorizados e avaliados, de acordo com as políticas de carbono estabelecidas na Indonésia.

 

Compromissos

Esta iniciativa também contribui para os planos da Dove de atingir uma cadeia de fornecimento sem desflorestação, até 202 e zero emissões líquidas dos seus produtos, até 2039. “Podemos realmente celebrar a beleza se for às custas do planeta? A resposta é não. Devemos exigir ações e cuidados que vão mais além, tanto de nós mesmos quanto da indústria da beleza em geral. Sendo Dove uma marca global alicerçada no cuidado, temos a responsabilidade de usar as nossas plataformas para impulsionar mudanças e impactar positivamente o mundo ao nosso redor. O Projeto de Restauração Florestal de Dove insere-se no nosso compromisso de cuidar do nosso planeta e da forma como fabricamos os nossos produtos e o que eles contêm. Com esta iniciativa de longo prazo, alargamos esse cuidado para melhorar a saúde do planeta, lutando por uma forma de ser mais sustentável”, afirma Alessandro Manfredi, Global Executive Vice President da Dove.

O Projeto de Restauração Florestal da Dove é a primeira grande iniciativa de 1.000 milhões de euros do Fundo pelo Clima e pela Natureza da Unilever e está alinhada com a Década das Nações Unidas para a Restauração do Ecossistema. “As alterações climáticas são umas das maiores ameaças que o mundo enfrenta. É por isso que é tão importante para a Dove, umas das maiores marcas de beleza do mundo, tomar medidas significativas e decisivas. O ano passado, anunciámos o Fundo para o Clima e para a Natureza da Unilever, de mil milhões de euros, e estou entusiasmado com o Projeto de Restauração Florestal da Dove, a sua primeira grande iniciativa. Este é também o primeiro passo do compromisso de ‘Positive Beauty’ (Beleza Positiva) da Unilever para ajudar a proteger e regenerar 1,5 milhões de hectares de terra, florestas e oceanos, até 2030, o que corresponde a mais terra do que a necessária para o cultivo de ingredientes renováveis para os nossos produtos de beleza e cuidados pessoais”, refere Sunny Jain, President, Beauty & Personal Care da Unilever.

Publicidade

Renova

Renova lança papel higiénico Divine

Netflix

Netflix entra no negócio do comércio eletrónico