in

Dolce Vita Tejo apresenta nova área de restauração

O Dolce Vita Tejo, que já conta com novas áreas de descanso, novos serviços e novas insígnias, apresenta uma nova área de restauração.

Segundo Roberto Xavier, diretor do centro, “o Dolce Vita Tejo tem vindo a transformar-se num destino de lazer e entretenimento, onde também se podem fazer compras. Pretende-se reinventar toda a experiência de visita através da criação de espaços cada vez mais acolhedores, mas também de um conjunto de atividades culturais, desportivas e de ócio para as famíliasO centro vai assim afirmar-se como um polo de comércio, entretenimento e serviços, criando um espaço que reúne emoções e experiências e que responde às novas exigências dos consumidores, juntando o lazer, a cultura e atividades ao ar livre à experiência de compra”,.

As obras iniciaram em junho e foram inauguradas no dia 1 de outubro duas das primeiras zonas intervencionadas. A obra estará terminada no início de 2018, sendo o terraço exterior o último espaço a sofrer alterações. Uma área total de 7.000 metros quadrados, totalmente remodelada e que passará a dispor de uma oferta de cerca 1.500 lugares sentados, que é um aumento considerável face à oferta anterior. A assinatura do projeto é do estúdio de arquitetura espanhol Banús Arquitectura, fundado em 1977, e dirigido por Marta Banús e Javier Banús.

O investimento na obra da restauração está incluído no plano de 70 milhões de euros previstos para a remodelação total do Dolce Vita Tejo, anunciada em 2015, e que irá transformar o espaço num “shopping resort”.

Os resultados registados em 2016, com um crescimento de afluência de 3,5% relativamente ao período homólogo do ano anterior, que representam o maior volume de sempre e que se confirmam no primeiro semestre deste ano, são já o resultado direto da implementação do conceito idealizado pelo Eurofund desde que adquiriu o Dolce Vita Tejo, no início de 2015.

O ano de 2016 foi também o melhor de sempre em termos de vendas totais, com um crescimento de mais de 6%, tendo o tráfego crescido 5% face ao ano anterior.

Quanto ao primeiro semestre deste ano, a tendência positiva mantém-se. Em vendas o crescimento é já de 9%, uma tendência que se manteve nos meses do verão.

Publicidade

Primeiras cápsulas de café em alumínio disponíveis nos supermercados portugueses

Sacoor abre a sua maior loja do mundo no Colombo