in

Dimas Gimeno acorda a sua saída do El Corte Inglés

O El Corte Inglés chegou a acordo com o seu antigo presidente, Dimas Gimeno, para a sua saída, pondo fim ao processo de impugnação que este tinha interposto quanto à sua destituição.

Dimas Gimeno concordou em desvincular-se da empresa mediante o pagamento de uma indemnização no valor de 8,5 milhões de euros, correspondentes a dois anos de salário e um montante por um pacto de não concorrência, durante dois anos, em Portugal e Espanha. O acordo inclui a retirada do pedido de impugnação da sua destituição como presidente, apresentando em junho.

Dimas Gimeno manterá a sua relação com o grupo exclusivamente na qualidade de acionista e de patrono da Fundação Ramón Areces.

Publicidade

PepsiCo junta-se à NaturALL Bottle Alliance

Pernod Ricard nomeia novo diretor global de inovação