in

Covid-19 pesa em 17% no lucro da McDonald’s

Foto Shutterstock

O lucro da McDonald’s no primeiro trimestre foi de 1.017,8 milhões de euros, menos 17% que no mesmo período de 2019.

Após o bom desempenho de 2019, a McDonald’s iniciou 2020 com um ímpeto global excecional e as nossas vendas de janeiro a fevereiro refletiram essa tendência. Desde então, a crise causada pela Covid-19 interrompeu significativamente o nosso negócio e estamos a operar num ambiente muito desafiante e imprevisível”, afirma Chris Kempezinski, presidente e CEO da McDonald’s.

Entre janeiro e março, a faturação da empresa caiu 6%, para os 4.334,8 milhões de euros. As receitas geradas pelos franchisados desceram 4%, para os 2.398 milhões de euros, ao passo que as provenientes dos restaurantes próprios diminuíram 10%, para os 1.862,7 milhões de euros.

Já os custos de venda, gerais e administrativos ascenderam aos 474,7 milhões de euros, 18% mais que em 2019. Assim, o resultado de exploração da McDonald’s retrocedeu 19%, entre janeiro e março, para os 1.557,2 milhões de euros.

Publicidade

BeerYourself

SCC cria plataforma de e-learning para clientes

Kellogg

Ganhos da Kellogg crescem 23%