in

McDonald’s com desempenho acima do pré-Covid

Foto Nixx Photography/Shutterstock

A McDonald’s superou as expectativas dos analistas, no primeiro trimestre. Especialmente no mercado americano, a recuperação já teve o seu início, com os resultados a ultrapassarem mesmo os do período pré-pandémico.

As vendas da cadeia de restauração aumentaram 9%, para os 4,23 mil milhões de euros. Numa base comparável, o crescimento foi de 7,5%.

Nos Estados Unidos, as vendas incrementaram 13,6%. A nível internacional, contudo, os resultados foram díspares, com a McDonald’s a ressentir-se, ainda, dos confinamentos em França e na Alemanha, enquanto no Canadá, no Reino Unido e na Austrália registou um desempenho positivo. No que a cadeia chama dos seus mercados em desenvolvimento, as vendas aumentaram 6,4%, impulsionadas sobretudo pela China e pelo Japão. No período homólogo de 2020, devido à pandemia, estes mercados contraíram 5,3%.

 

Expectativas

Os lucros líquidos atingiram os 1,27 mil milhões de euros, também acima do que era estimado pelos analistas.

Face a estes resultados, a McDonald’s reviu em alta as suas perspetivas para o exercício de 2021 e, em vez de um crescimento de 10% nas vendas, antecipa agora 15%.

Publicidade

IT

Dois terços das empresas europeias prevê aumentar investimento de TI no próximo ano

CTT

CTT: Expresso e encomendas batem recordes nos rendimentos no primeiro trimestre