in

Confinamento leva portugueses a pedir crédito para melhorar a casa

A fintech Younited Credit acaba de divulgar dados de crédito concedido em Portugal durante o primeiro trimestre deste ano, que permitem observar mudanças comportamentais dos portugueses em ambiente de pandemia causada pelo novo coronavírus.

Durante os primeiros três meses do ano, a fintech disponibilizou 1,6 milhões de euros em créditos aos portugueses, com as categorias de Obras em Casa e Consolidação de Créditos a registarem subidas.

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus a obrigar grande parte da população mundial a estar em confinamento em suas casas, a categoria de Obras em Casa subiu 17% face ao período homólogo, para os 549 mil euros em créditos concedidos, assim como a categoria de Consolidação de Créditos, que viu subir os pedidos em 7%, num montante total de 377 mil euros concedidos.

O mundo mudou radicalmente, e a uma velocidade nunca antes vista, com a pandemia da Covid-19, com essas mudanças a refletirem-se quase de imediato no comportamento de todas as pessoas, incluindo os portugueses”, afirma Pablo Ripol, diretor de marketing da Younited Credit. “O confinamento obrigou as pessoas a olharem para o espaço da sua casa de uma forma diferente, compreendendo que possivelmente terão de a habitar durante mais tempo do que previam, nomeadamente a trabalhar. É, por isso, natural que haja esta subida nos pedidos de crédito de Home Improvement, assim como é natural que haja descidas em eventos que nos parecem menos possíveis de acontecer, como casamentos e férias”.

No outro lado da balança estão as categorias Casamento, que desceu 300%, ao passar de 25 mil euros concedidos no primeiro trimestre de 2019 para os seis mil euros no mesmo período deste ano, assim como a categoria Férias, que deu uma queda de 77%, dos 34,5 mil euros nos primeiros meses de 2019 para 19,5 mil entre janeiro e março de 2020.

 

Younited Credit

Recorde-se que a fintech francesa entrou no mercado nacional em junho de 2018, tendo alcançado a meta dos 10 milhões de euros em créditos concedidos nos primeiros 10 meses de operação no país. O ano de 2019 fechou com um total de 9,4 milhões de euros concedidos.

Presente em vários países, como França, Itália ou Espanha, a Younited Credit opera exclusivamente online e quer transformar o sistema bancário para “torná-lo mais equilibrado e transparente”.

Desde a sua fundação, em 2011, a fintech já concedeu mais mil milhões de euros em empréstimos a nível global, através de uma comunidade de investidores qualificados aos quais permite que financiem diretamente os créditos ao consumo, através de aplicações em fundos, dos quais o crédito é concedido para financiar os clientes da fintech.

Publicidade

CAP

CAP critica resposta do Governo às intempéries na região Centro

Argentina

Covid-19 agrava problemas económicos na Argentina