in

Clima de consumo cai na Europa

Dados de fevereiro 2022 da GfK

Imagem: Shutterstock

Apesar das expectativas económicas terem subido, o clima de consumo na Europa caiu, em fevereiro, relativamente ao mês anterior (11,5 versus 13,7, respetivamente) avança a GfK. Já as expectativas salariais e a disposição para adquirir algum produto/serviço apresentaram variações negativas face a janeiro.

As expectativas económicas variaram em mais quatro pontos, em relação a janeiro, com República Checa (+16 pontos), Portugal (+13 pontos) e Áustria (+10 pontos) a registarem as maiores subidas. Alemanha e Itália são, por sua vez, os países com melhores expectativas económicas (24 pontos).

 

Expectativas salariais

Contudo, o indicador das expectativas salariais caiu três pontos, apesar de Eslovénia, República Checa e Polónia terem registado subidas (+12, +11 e +10 pontos, respetivamente). A Hungria foi o país com melhores expectativas salariais (25 pontos) e Portugal subiu cinco pontos face ao mês anterior e apresentou um indicador positivo de sete pontos.

 

Propensão de compras diminui

Também a propensão para comprar caiu face a janeiro (-2 pontos). Grécia, Letónia e Hungria foram os países que registaram as maiores subidas (+16, +9 e +9 pontos, respetivamente), com Hungria e Itália a liderarem a lista de países com maior propensão para comprar (com 37 e 21 pontos, respetivamente).

Em Portugal, a predisposição para comprar subiu cinco pontos, mas manteve o indicador negativo.

Publicidade

Juan Roig, presidente da Mercadona, após a Conferência de Imprensa de 2021

“Em Portugal, ainda não ganhamos dinheiro, lá chegaremos, mas o processo encanta-me“

Press & Seal T-Rex Flex

Soudal lança Press & Seal T-Rex Flex