in

Campanha de Natal da Worten desafia a dar o salto tecnológico

Com um investimento na ordem dos 18 milhões de euros, a campanha de Natal da Worten já está no ar, estreando um novo conceito assente no “salto tecnológico”.

Como explica Jorge Teixeira, diretor criativo da FUEL, “quando oferecemos (aos outros ou a nós próprios) uma nova tecnologia, estamos a dar um salto, pois vamos conseguir trabalhar melhor, fazer mais coisas ou, simplesmente, divertirmo-nos mais. Este é o conceito da campanha, que depois materializamos numa linguagem forte, contemporânea e inspiradora”.

Esta nova campanha da Worten distingue-se pelo seu tom mais urbano. “É um filme de efeito, bastante técnico, mas com uma história que nunca poderia ficar para segundo plano. Temos um filme onde o efeito são pessoas a saltar em direção ao reflexo delas próprias em ‘freeze’ no ar. E, enquanto saltam, levam um presente na mão que, após o impacto, se transforma nos produtos que se encontram no seu interior, sempre com a câmara em movimento”, explica o realizador Mário Viães.

Na execução do filme de TV, disponível nas versões de 30 e 40 segundos e de produto/preço, foi utilizada uma técnica que se apoia numa motion control (bolt), a qual consiste, basicamente, num braço robótico, que permite repetir com exatidão o movimento de câmara que se pretende e dissecar a ação em vários layers. Depois, através de uma combinação de pós-produção, os vários layers das personagens e fundos são misturados para se chegar ao resultado final.

Para António Fuzeta da Ponte, diretor de Marca e Comunicação da Worten, “esta campanha de Natal deu-me, a mim e à equipa, muito gozo a fazer, porque conseguimos inovar para um conceito que é mais do que um ‘jingle bells’, é um convite ao que está ao nosso alcance: mudar o mundo“. 

Veja aqui o “making of”:

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/lYNm1i4n7hw” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

Publicidade

Publicidade

IKEA abre em Manhattan a sua primeira loja urbana nos EUA

Cristal entrega sete mil euros à Casa Acreditar