in ,

BSH e Puig permitem a qualquer um tornar-se num perfumista

O pequeno eletrodoméstico carrega-se com cápsulas de aromas e permite a qualquer um, através do seu smartphone, criar milhões de combinações para obter uma fragrância a seu gosto e interagir com uma comunidade virtual de entusiastas de perfumaria. Possível graças à aliança estabelecida entre o grupo de moda e perfumaria Puig com a fabricante de eletrodomésticos BSH, detentora de marcas como Bosch e Siemens.

Após um ano de pesquisa e da criação da empresa conjunta Noustique Perfumes, foi lançada no mercado uma máquina que permite criar perfumes personalizados. O pequeno eletrodoméstico custa 350 euros e cada cápsula cerca de 20 euros. Existem 34 fragrâncias distintas criadas para este projeto, que recebeu o nome de The Alchemist Atelier.

Através de uma app conectada por Wi-Fi ao equipamento, são escolhidos os aromas e as suas percentagens. O utilizador pode testar e corrigir as percentagens até obter a fórmula desejada, que fica registada na máquina para utilização futura. Além disso, as fórmulas podem ser partilhadas graças a uma plataforma digital criada para ligar utilizadores de todo o mundo e conceber fragrâncias de forma conjunta.

A primeira loja The Alchemist Atelier abriu em Paris. A Puig reconhece que o objetivo principal é a inovação, pelo que o projeto está numa fase de testes. “A prioridade é inventar e testar coisas novas, para depois se ver se se converte num negócio rentável e que sinergias tem com a empresa”.

Publicidade

Compras no Instagram poderão gera 10 mil milhões de euros em 2021

Iniciativa de startups da Comissão Europeia lança uma nova plataforma de conhecimento