in

Auchan Retail aplica rastreabilidade através do blockchain em Portugal

Portugal vai ser um dos mercados onde a Auchan Retail vai fazer a rastreabilidade dos produtos alimentares através da tecnologia blockchain.

Após a experiência bem-sucedida no Vietname, a iniciativa vai ser feita à escala internacional. Em colaboração com a startup alemã Te-Food, esta tecnologia vai agora ser aplicada nos mercados francês, italiano, espanhol, português e senegalês. 

Do campo ao prato, todas as etapas da vida de um produto alimentar passam a estar acessíveis, de forma completamente transparente, para os consumidores. Em nome da segurança alimentar, o blockchain mobiliza todos os atores da cadeia de valor numa mesma plataforma. No final, através de um código QR na etiqueta do produto, o conjunto das informações está imediatamente acessível aos clientes, que podem, assim, ficar a conhecer todo o percurso dos produtos que consomem. 

A solução desenvolvida pela Te-Food vai adaptar-se às ferramentas e recursos de rastreabilidade já utilizados nos diferentes mercados onde a Auchan Retail está presente, graças à interoperacionalidade entre os diferentes blockchains públicos e privados existentes. Em França, a iniciativa já se aplica à fileira das cenouras biológicas. A partir de dezembro, será estendida às batatas e em fevereiro de 2019 à carne de frango. Em Itália, vai começar a ser aplicada ao tomate e à carne de frango, em Espanha ao porco ibérico e frutos exóticos cultivados localmente e em Portugal, assim como no Senegal, à carne de frango. 

Publicidade

Movimento dos coletes amarelos afeta atividade dos retalhistas franceses

APED apela à revisão da lista de medicamentos não sujeitos a receita médica