in

ASAE procede à apreensão de 33,3 toneladas de produtos de origem animal

vinho

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), realizou, através de Brigada de Indústrias da Unidade Regional do Norte – Unidade Operacional de Mirandela, uma operação de fiscalização direcionada a entrepostos frigoríficos, localizados nos concelhos de Vila Verde, Vila Nova de Famalicão e Braga.

No âmbito da referida ação, procedeu-se à apreensão de 33,3 toneladas de géneros alimentícios de origem animal (produtos cárneos e bacalhau), por incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene, falta de número de controlo veterinário (NCV) atribuído pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e falta de licenciamento.

Após a realização de perícia aos produtos apreendidos, foram considerados impróprios para consumo cerca de 3,1 toneladas daqueles géneros alimentícios, apresentando-se a maioria anormais avariados, data de durabilidade mínima e data de limite de consumo ultrapassada, bem como falta de requisitos e rastreabilidade dos produtos, pelo que foram encaminhados para processamento em unidade de transformação de subprodutos.

Foi ainda determinada a suspensão dos estabelecimentos de comércio por grosso e de armazenagem de géneros alimentícios de origem animal. O valor total da apreensão ascendeu a 93 mil euros.

Pouca Roupa

Pouca Roupa tem nova imagem e novo conceito de comunicação

Península de Setúbal

Vinhos da Península de Setúbal cresceram 12,1% em valor e 6,1% em volume