in , , , , , , ,

As histórias dos empreendedores que têm êxito na criação de empresas e postos de trabalho

A Netmentora Lisboa, associação sem fins lucrativos para apoiar empreendedores, realiza esta quinta-feira, dia 28 de março, uma sessão de networking para partilha de experiências e ensinamentos sobre como transformar uma ideia numa empresa.

A sessão tem lugar no Alegro Alfragide, decorre entre as 08h00 e as 09h45 e inclui pequeno-almoço. A entrada é gratuita.

O evento acontece numa altura em que a Netmentora Lisboa está a apoiar cinco projetos que, no total, já fizeram investimentos de dois milhões de euros e criaram 15 postos de trabalho. No final de 2019, a Netmentora espera estar a acompanhar cerca de mais oito projetos, ou seja, ficará a apoiar 13 e nos próximos cinco anos a previsão aponta para um crescimento anual de 50% a 60% dos projetos apoiados.

Na iniciativa de networking participam entre outros, o presidente da Netmentora e CEO da Oney, Christophe de Pompignan, Rui Nabeiro, CEO da Delta Cafés, João Manuel Geraldes, professor e coordenador da Licenciatura de Gestão e vice-presidente da Data Science PA, Nicolas Seguy, do projeto Jungle, Hélder Pereira, responsável do projeto Honey Perfect, e a secretária-geral do Ministério da Economia, Ermelinda Carrachás.

Para Bárbara Barros, diretora executiva da Netmentora Lisboa, este é um “momento de partilha de experiências e aprendizagem, mas é também um tempo de balanço, numa altura em que a associação de Lisboa traça objetivos ambiciosos para o futuro em matéria de apoio a empresas e criação de empresas e empregos.”

A Netmentora Lisboa é a extensão portuguesa de uma rede que nasceu na década de 80 em França, a Reseau Entreprendre, pela mão de André Mulliez. É uma rede que conta com associações em vários países na Europa, América Latina, África e tem como objetivo aportar capital humano aos projetos, através do “mentoring”. O fim último é ajudar a criar emprego por via do apoio a empreendedores na criação das suas próprias empresas.

Para cada empreendedor que venha a ser ajudado, o apoio está disponível sem custos, para que todos os recursos possam ser aplicados no projeto. O tempo dos empresários é doado a custo zero, como ação de responsabilidade social.

A Netmentora Lisboa é gerida por um comité, presidido por Christophe de Pompignan, e conta com apoio de empresários franceses e portugueses, nomeadamente Cofidis, Delta Cafés, Abreu Advogados, Mendes Gonçalves, Auchan, AKI, Altran, Science4you, Carnalentejana, Randstad, Odisseias, BrainFocus, Caixa Leasing e Factoring, Closer, Seldata, GS1 Portugal, AGEAS, Planície Verde, Grafe e HRB Solutions, 2BOn, Talenter, SDO Consulting e Ceetrus.

Continente assegura que 100% das suas embalagens serão reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis

Marcas de fabricante puxam pelo crescimento dos bens de grande consumo