in ,

Amazon não pode prometer entregas no dia seguinte no Reino Unido

O regulador britânico da publicidade considerou que a Amazon está a fazer publicidade enganosa ao prometer aos clientes Prime entregas no dia seguinte à encomenda. 

A deliberação sucede a várias queixas por parte dos clientes, sobretudo referentes à época de Natal de 2017.

De acordo com o The Times, o regulador pede que a Amazon deixe de anunciar esta garantia. A gigante do e-commerce defendeu-se das acusações de publicidade enganosa ao dizer que a data efetiva de entrega das encomendas é indicada antes destas serem feitas e durante todo o processo. 

A empresa de Jeff Bezos alega, ainda, que apenas algumas encomendas chegaram atrasadas no Natal de 2017 e que todas as empresas de logística se viram afetadas pelas condições meteorológicas adversas que se fizeram sentir. 

Ainda não se sabe se a Amazon vai, de facto, deixar de publicitar a garantia de entrega no dia seguinte e não foi também tomada qualquer notificação oficial para que o faça. 

Publicidade

Lucros da Carlsberg disparam 7,2%

Kroger testa entregas sem motorista