in

Amazon ultrapassa Walmart como retalhista mais valioso do mundo

A Amazon deu um passo de gigante para se converter no maior retalhista do mundo ao ultrapassar, pela primeira vez, a Walmart em valor de mercado.

A empresa liderada por Jeff Bezos saiu, finalmente, dos números vermelhos, com os lucros a impulsionarem a sua cotação bolsista. No final da semana passada, as ações da Amazon aumentaram 9,8% para 529,42 dólares, elevando a capitalização da retalhista online para 267 mil milhões de dólares, acima dos 233,5 mil milhões de dólares da Walmart. Esta mantém, contudo, a liderança em termos de vendas, cinco vezes acima das da Amazon.

No semestre passado, as vendas da Amazon aumentaram 17,4% para os 45.901 milhões de dólares. Os lucros elevaram-se para os 35 milhões de dólares, rompendo com a habitual tendência de prejuízos reportados pela empresa. No segundo trimestre, as vendas cresceram 20% em termos homólogos, para os 23.180 milhões de dólares, e os lucros subiram para os 92 milhões de dólares, o que compara com as perdas de 126 milhões de dólares do ano anterior.

Por regiões, a América do Norte continua a gerar a maior fatia das receitas, que nos primeiros seis meses do ano cresceram 25% para os 27.202 milhões de dólares. Nas restantes regiões, as vendas aumentaram 1% para 15.310 milhões de dólares. Já a faturação da Amazon Web Services ascendeu a 3.389 milhões de dólares. A Índia continua a ser a região com o mais rápido crescimento das vendas.

Neste semestre, a Amazon conseguiu, também, registar o maior dia de vendas da sua história, 15 de julho, com a ação Amazon Prime Day.

Publicidade

Publicidade

Well’s lança novo serviço Style Bar Jean Louis David

Nuggets de Pescada Panada Pescanova chegam em formato poupança