in

Agri Milk Show quer alavancar crescimento do sector leiteiro

Enfrentar com sucesso a abertura global dos mercados e o fim das quotas leiteiras na União Europeia são dois dos principais desafios que fazem nascer, de 3 a 6 de novembro, o Agri Milk Show – Feira Internacional do Agro-Negócio Leite e Alimentação.

A Exponor, em Matosinhos, receberá este evento onde produtores, tecnologia, maquinaria, equipamento agrícola, investigação, biotecnologia e marcas se juntam num grande fórum de reflexão e galvanização do sector.

Congressos, seminários, workshops e um concurso da raça Holstein-Frísia, a vaca leiteira por excelência, marcarão o Agri Milk Show, “uma injeção de confiança e motivação para o sector para que acreditem no potencial que existe no país, acreditando no futuro e na sustentabilidade do sector. É preciso defender a capacidade instalada e o know-how avançado existente”, sublinha Carlos Diogo Salgueiro, presidente da Associação Portuguesa de Criadores de Raça Frísia, que co-organiza esta feira com a IS INTERNATIONAL, empresa organizadora de eventos.

O leite é aposta nesta feira de nicho, que quer estar à altura da grandeza do sector em Portugal”, sintetiza o diretor do certame, Miguel Corais, da IS INTERNATIONAL, prometendo surpreender o mercado já nesta edição de estreia, na qual estarão presentes todos os agentes envolvidos na fileira, de modo a criar uma “plataforma de negócios e de conhecimento”. O objetivo primordial da feira, que pretende tornar-se numa das principais referências do sector, é fortalecer toda a cadeia produtiva e integrar-lhe também o produto final, associando-lhe para tal os fatores qualidade, nutrição e saúde.

A Agri Milk Show quer, ainda, ser um fórum de reforço da capacidade de exportação e internacionalização dos diversos operadores económicos ligados ao leite e ao agro-negócio, um sector que representa em Portugal mais de mil milhões de euros.

O certame, cujo espaço está já comercializado em mais de 50%, tem como um dos pontos altos o 36.º Concurso Nacional da Raça Holstein-Frísia, a tradicional vaca preta e branca, também conhecida por “turina”, que é a principal produtora de leite.

Paralelamente, a Agri Milk Show pretende também dar um contributo decisivo para alavancar o sector e para tal vai mobilizar produtores de todo o país, não esquecendo o interesse dos produtores da Galiza e das Astúrias. “É cada vez mais importante integrar e ligar a produção, a indústria, a distribuição, as instituições e os organismos governamentais, numa força de cooperação que transmita pujança e perspetivas de futuro”, afirma Miguel Corais.

A organização pretende ainda atrair a visita do público/consumidor final, pelo que programou demonstrações, provas, concursos e, ainda, um showcooking onde os principais ingredientes serão os produtos lácteos.

Publicidade

Mercadona lança linha de charcutaria para desportistas e vegetarianos

Zippy lança campanha de regresso às aulas