in

Ações em matéria ambiental da Coviran permitem poupar 6,2% nas emissões de CO2

A Coviran persistiu, em 2017, na sua atividade de gestão do meio ambiente, tanto em matéria de eficiência energética como na consciencialização para um melhor uso dos recursos por parte do coletivo. Assim, a totalidade das ações empreendidas pela empresa permitiu uma poupança de 6,2 % em emissões de CO2.

Para conseguir estes rácios de eficiência, a Coviran renovou a sua sede central, localizada na povoação granadina de Atarfe, com melhorias nos edifícios centrais e modificações em toda a fachada. Durante o exercício passado, renovaram-se os equipamentos de ar por outros mais eficientes e procedeu-se à troca de toda a iluminação para led. Ao mesmo tempo, o desenho de espaços abertos e zonas comuns conseguiu aproveitar a luz natural.

Relativamente ao consumo de água, aumentou em 4% a redução em relação a 2016, conseguindo-se 21% desde a adoção de medidas de poupança com a instalação de economizadores. O objetivo é atingir o máximo de poupança de 33% face a outros dispositivos.

Nestes últimos anos, a Coviran colocou em marcha diferentes campanhas de consciencialização para a importância de realizar um consumo de água responsável, reciclar no posto de trabalho e incrementar a responsabilidade em matéria energética. Nesta linha de atuação, foi dada formação sobre consumos responsáveis, vinculada com a certificação Q Sustentável, que a empresa estende às restantes instalações. 

Paralelamente, a Coviran ratificou pelo sexto ano consecutivo a sua adesão aos 10 Princípios do Pacto Mundial das Nações Unidas para a SER, articulados nos direitos humanos, normas laborais, meio ambiente e luta contra a corrupção. Dentro destes princípios, os números 7, 8 e 9 estão diretamente focados no meio ambiente, na prática preventiva, no fomento de iniciativas e no desenvolvimento de tecnologias respeitantes com o meio ambiente.

Publicidade

Delta Cafés apoia Prémios Heróis PME

Arcádia lança lote de café para se degustar com chocolate