in

Vendas da Kellogg’s batem estimativas devido a forte procura de snacks

A Kellogg Co superou as expectativas de vendas e lucro trimestrais, impulsionada pela maior demanda pelos seus snacks, incluindo Pringles e Pop-Tarts, na América do Norte.

As vendas líquidas na América do Norte, que representam quase dois terços da receita da Kellogg’s, subiram 1% no segundo trimestre, encerrado em 29 de junho. A unidade da América do Norte não aumentava as vendas desde o primeiro trimestre de 2013.

A fabricante tem gasto mais em publicidade e no desenvolvimento de barras e mais produtos de dose única para atender às mudanças nas preferências dos consumidores e conter a queda nas vendas de cereais.

No geral, as vendas líquidas orgânicas, que excluem as aquisições, vendas e o impacto cambial, aumentaram 2,3%.

A faturação líquida total subiu 3%, para 3,46 mil milhões de dólares (3,13 mil milhões de euros), e superou a estimativa média dos analistas, de 3,41 mil milhões de dólares (3,08 mil milhões de euros).

O lucro líquido atribuível à empresa caiu 52%, para 286 milhões de dólares (258,73 milhões de euros), devido aos custos de reestruturação e desinvestimentos e a uma taxa de imposto mais baixa no período do ano anterior.

Lidl lança campanha de sensibilização contra o abandono animal

Como o discount europeu quer conquistar os Estados Unidos