in ,

Worten investe um milhão de euros na área do gaming

Da parceria entre o Rock in Rio-Lisboa 2018 e a Worten nasce a primeira arena de gaming a integrar um evento desta natureza, em Portugal.

O Worten Game Ring é um conteúdo inovador que, durante os meses que antecedem o Rock in Rio-Lisboa, vive no universo digital e, em junho, ganha forma na Cidade do Rock, com espaços físicos. “Vamos dotar o Rock in Rio-Lisboa com os conteúdos e os desafios que temos online, desde setembro do ano passado, na plataforma wortengamering.pt, que conta com a inscrição de dezenas de milhares de gamers”, explica Mário Pereira, administrador da Worten. “Com a nossa presença no Rock in Rio-Lisboa, conseguimos estar ainda mais próximos de uma comunidade que é cada vez mais nossa. Worten Game Ring é uma marca muito recente, mas já de referência na área do gaming e estamos, por isso, muito satisfeitos por podermos apresentar os melhores conteúdos dessa área no maior festival de entretenimento em Portugal”, acrescenta.

O Rock in Rio-Lisboa acontece nos dias 23, 24 de junho (sábado e domingo) e 29, 30 de junho (sexta-feira e sábado), no Parque da Bela Vista, mas o Worten Game Ring começou já a dinamizar os gamers portugueses. “Conquista o Rock in Rio” é o desafio que a Worten lança aos portugueses e que, ao longo dos meses que antecedem o festival, vai ser composto por vários desafios que culminarão na arena de jogos da Cidade do Rock, a Worten Game Ring Arena, com capacidade para mais de 200 gamers, onde se irão realizar finais de torneios, demos, atuações de youtubers e outras performances relacionadas com o gaming. Para Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio, “em setembro de 2017, o Rock in Rio elevou a experiência a um outro patamar, trazendo para dentro do evento novas indústrias, como o gaming, indo ao encontro daquilo que o nosso público gosta de fazer nos seus momentos de lazer”. Roberta Medina explica que “uma das maiores indústrias de entretenimento do mundo é a indústria de gaming. Das 700 mil pessoas que passaram pela Cidade do Rock no Rio de Janeiro, 350 mil frequentaram as arenas de gaming do recinto. Temos a certeza de que a parceria com a Worten, no Rock in Rio-Lisboa, vai tornar a experiência do público ainda mais completa e que o Rock in Rio vai trazer para a indústria de gaming em Portugal um público mais amplo”.

Até à abertura de portas do Rock in Rio-Lisboa, os gamers portugueses vão ser desafiados, através da plataforma www.wortengamering.pt, a participarem em diversas provas, desde desafios lançados por youtubers, nos mundos físico e virtual a competições nos melhores jogos da atualidade (CS:GO, FIFA, LoL, etc.). Convém jogar muito e bem, pois os melhores gamers acumulam “rings”, a “moeda” exclusiva da plataforma, que podem ser trocados por vários produtos, desde acessórios e computadores de gaming até uma edição limitada de bilhetes para a oitava edição do Rock in Rio-Lisboa. Os melhores vão jogar as finais dos torneios no Worten Game Ring Arena, no festival.

Além disso, via plataforma wortengamering.pt e nos canais próprios dos youtubers que são uma referência para este “target”, como Windoh e Ric Fazeres), são lançados, ao longo destes quatro meses, vários desafios sempre na lógica de “Joga em wortengamering.pt, ganha rings e troca-os por produtos que temos na store do site”.

Também já estão online as inscrições para Worten Game Ring Cup CS:GO, cuja final irá acontecer no Worten Game Ring Arena da Cidade do Rock, com um prémio de cinco mil euros.

Em Portugal, o mercado de gaming tem um valor estimado de 220 milhões de euros, sendo expectável um crescimento anual de 8%, nos próximos anos. Segundo dados da ISFE – Interactive Software Federation of Europe, 40% dos portugueses jogam videojogos, sendo que perto de 30% o faz regularmente nos seus tempos livres. Desses 30%, 37% tem entre 20 e 24 anos, mas 23% tem entre 45 e 54 anos de idade, uma percentagem significativa.

Em 2022, nos Jogos Asiáticos, uma espécie de Jogos Olímpicos, mas exclusivos do continente asiático, os gamers terão direito a pódio e a medalhas. De acordo com a Forbes, os eSports estão a agregar mais espectadores em direto do que, por exemplo, o evento do Superbowl e dá um exemplo: a final do Campeonato Mundial Extreme Masters da Intel, que se realizou na Polónia, em 2017, contou com a presença de 173 mil pessoas, mais 100 mil do que no Superbowl, nesse mesmo ano. “Acreditamos que o gaming está a gerar uma mudança social significativa, tanto na forma como as famílias se relacionam, como na forma como estamos a ser estimulados a cumprir determinados objetivos em diferentes contextos”, afirma Mário Pereira.

De facto, a Worten tem sido apologista da “gamification” enquanto ferramenta de envolvimento das pessoas, em prol de uma maior produtividade organizacional, através da aplicação de princípios do design de jogos em contextos de não-jogo. “É o caso, por exemplo, dos incentivos que temos para as nossas equipas de vendas, os quais são já totalmente ‘gamificados’, tendo, inclusive, esse projeto sido premiado como ‘’Best Digital Workplace nos Portugal Digital Awards de 2017”, recorda o responsável da Worten. “Prevemos investir mais de um milhão de euros em gaming, ao longo deste ano”, destaca Mário Pereira. Este valor abrange não só o Rock in Rio-Lisboa, mas também “toda a gestão inerente à plataforma Worten Game Ring, aos torneios promovidos online e offline e outros eventos que surjam e onde a presença da marca seja pertinente”.

Publicidade

Publicidade

Portugal é 6.º melhor país do mundo para as mulheres empreendedoras

Seguimento das encomendas online é fundamental para o consumidor