in

Walmart mantém-se como maior retalhista do mundo

Com vendas de 446.826 milhões de euros, a Walmart continua a ser a maior retalhistas do mundo e à frente da sua compatriota Amazon que faturou 120.601 milhões de euros.

De acordo com o ranking “Top 50 of Retailers”, elaborado anualmente pela Kantar Retail, o primeiro operador europeu a figurar na lista é o Grupo Schwarz, proprietário do Lidl e da Kaufland, situando-se em quarto lugar, a seguir à Walmart, Amazon e Costco, com um volume de negócios de 101.377 milhões de euros.

O francês Carrefour aparece em sexto lugar, com 89.140 milhões de euros, seguido da Aldi, com 86.009 milhões.  O top 10 encerra com a Tesco, com vendas de 78.230 milhões de euros.

A Mercadona, o único retalhista espanhol no ranking, desceu sete posições em relação a 2016, estando agora em 49.º lugar. “A descida da Mercadona não é uma consequência da diminuição do seu rendimento, mas deve-se à entrada de novos retalhistas internacionais, como a JD.com, ou à separação do Grupo Metro em duas unidades de retalho distintas“, explica Álvaro Morilla, analista da Kantar Retail.

Os Estados Unidos dominam o ranking com 18 empresas entre os 50 primeiros, à frente da Alemanha e de França, com seis retalhistas cada. O Reino Unido coloca três representantes, assim como a Suécia e o Japão, ao passo que a China, a Suíça e a Austrália incluem apenas dois operadores cada uma. Com apenas um retalhista figuram a Espanha, a Holanda, o Canadá, a Coreia do Sul e Hong Kong. 

Para os próximos cinco anos, a Kantar Retail antecipa um maior crescimento das vendas do comércio eletrónico e da distribuição especializada. Neste sentido, a JD.com e a Amazon recolhem os melhores prognósticos, com 19% e 12%, respetivamente, seguindo-se a IKEA (9%), China Resources Entreprise (6%), Schwarz, Dollar General e Apple (7%) e H&M (6%). 

Publicidade

25% dos consumidores pagariam mais por entregas imediatas

Parmalat incrementa o negócio em todas as regiões onde opera