Foto Shutterstock
in

Visitas dos portugueses a espaços de retalho e lazer caem 83%

As visitas dos portugueses a restaurantes, cafés, centros comerciais, museus, cinemas e outros espaços recreativos caíram 83%, indicam os dados da Google.

A multinacional norte-americana lançou os COVID-19 Community Mobility Reports, relatórios por país que mostram as diferenças nos hábitos antes e depois do início da pandemia.  Sobre os portugueses, é possível aferir que há menos 59% de idas a mercearias e farmácias e menos 80% de frequência de partes e jardins. A afluência aos transportes públicos baixou 78%. Houve também uma descida de 53% nas visitas a locais de trabalho. Por outro lado, verificou-se uma subida de 22% em áreas residenciais, sendo que esta é a única categoria a apresentar uma evolução positiva desde o início de março.

Os relatórios estão disponíveis online consulta pública, mas o grande objetivo é que a informação sirva para as autoridades de saúde pública  percebam como é que as populações se estão a deslocar e se estão a seguir as indicações de isolamento social. “Além de outros recursos que as autoridades de saúde pública possam ter, esperamos que esses relatórios ajudem a apoiar decisões sobre como gerir a pandemia de Covid-19. Por exemplo, estas informações podem ajudar as autoridades a entender mudanças em viagens essenciais que podem moldar recomendações sobre os horários comerciais ou informar as ofertas de serviços de entrega. Da mesma forma, visitas persistentes a pontos de transportes públicos podem indicar a necessidade de adicionar mais autocarros ou comboios para permitir que as pessoas que precisam viajar para o espaço se espalhem para o distanciamento social”, lê-se no blogue da Google.

O relatório não divulga dados concretos sobre cada pessoa mas, sim, uma análise agregada e anónima de tendências em determinada comunidade. A Google alerta que os dados recolhidos dependem de vários fatores, nomeadamente a ativação dessa possibilidade nas definições do smartphone.

Publicidade

Assobio

Assobio Branco e Rosé 2019 chegam ao mercado

Sagres, Sagres Radler e Bohemia com ouro no Monde Selection 2020