in

Vicentino Pinot Noir Naked: o novo tinto da Costa Vicentina

A irreverência dos vinhos Vicentino já vem desde a origem. Ole Martin Siem, norueguês chegado a Portugal há mais de 30 anos, teve o sonho de produzir vinho em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, junto ao mar. Envolvidos pela brisa marítima e pelo ecossistema único da costa alentejana, marcado por invernos frescos e húmidos e os verões amenos, os vinhos Vicentino têm no Brejão, junto à Zambujeira do Mar, o seu habitat natural e essa proximidade ao Atlântico confere-lhes frescura e elegância.

É nesta harmonia de contrastes que nasce o novo Vicentino Pinot Noir Naked 2019, um vinho que traduz a simbiose entre esta casta e o terroir da costa atlântica, numa versão sem qualquer recurso a barricas. “Assertivo, desvenda desde logo na cor rubi muito aberta o estilo peculiar de um Pinot Noir desnudado, que surpreende no paladar guloso e persistente. Esta complexa simplicidade torna-o um vinho extremamente elegante e versátil, companhia perfeita de churrascos de verão, sardinhadas, petiscos depois da praia e conversas prolongadas ao pôr-do-sol, sendo recomendado ser servido fresco”, pode ler-se no comunicado.

Com enologia de Bernardo Cabral, que tão bem conhece a influência atlântica nos vinhos, o Vicentino Pinot Noir Naked 2019 salienta os aromas frutados típicos da casta, os morangos maduros e cerejas, adicionando-lhe a frescura e elegância do terroir de Brejão, onde as vinhas são despertadas pela neblina matinal e as temperaturas amenas permitem uma maturação lenta e equilibrada das uvas.

Publicidade

OnStrategy Pedro Tavares

OnStrategy e Multidados.com juntam-se na ajuda a microempresas

Auchan Entreposto Azambuja

Auchan garante segurança face à Covid-19 desde o centro distribuição nacional até às lojas