in

Vendas globais da Huawei atingem os 136,7 mil milhões de dólares

Ken Hu, vice-presidente da Huawei

A receita de vendas globais da Huawei, em 2020, foi de 136,7 mil milhões de dólares, o que traduz um aumento anual na ordem dos 3,8%, com o seu lucro líquido a atingir 9,9 mil milhões de dólares, equivalendo a um aumento de 3,2% face ao ano anterior.

Em 2020, o Carrier Business da Huawei continuou a garantir operações estáveis de mais de 1.500 redes em mais de 170 países e regiões, em “lockdown” decorrente da pandemia originada pela Covid-19, o que ajudou a apoiar o teletrabalho, a formação em ambiente remoto e as compras online à escala global. Fruto do trabalho conjunto levado a cabo com as operadoras, a empresa disponibilizou uma experiência conectada e implementou mais de três mil projetos de inovação 5G em mais de 20 sectores, tais como mineração de carvão, produção de aço, portos e instalações industriais.

No decorrer do ano passado, a área de Enterprise Business Group da Huawei intensificou os esforços para desenvolver soluções baseadas em cenários e criar um ecossistema digital que alcança prosperidade através da criação conjunta. A título de exemplo, durante a pandemia, a Huawei disponibilizou conhecimento técnico e soluções na luta contra o vírus, como foi o caso da solução de diagnóstico assistido por inteligência artificial baseada no HUAWEI CLOUD, que ajudou hospitais a nível mundial a reduzir a esforço sobre a sua infraestrutura médica. A Huawei também colaborou com parceiros para lançar plataformas de formação online baseadas na Cloud para mais de 50 milhões de alunos do ensino básico e secundário.

 

Consumer Business

Com o desenvolvimento do HarmonyOS e do ecossistema Huawei Mobile Services (HMS), o Consumer Business da Huawei avançou com a sua estratégia Seamless AI Life (“1 + 8 + N”) para disponibilizar aos consumidores uma experiência inteligente em todos os dispositivos e cenários, com foco em escritório inteligente, boa forma e saúde, casa inteligente, viagens fáceis e entretenimento. Durante o ano passado, “mantivemo-nos firmes face à adversidade”, refere Ken Hu, vice-presidente da Huawei, que garante que a empresa “continuará a apostar na inovação, no intuito de criar valor junto dos seus clientes, de forma a ajudar a combater a pandemia e apoiar a recuperação económica e o progresso social em todo o mundo”. Ainda de acordo com o vice-presidente da Huawei, a multinacional tirou partido da ctual conjuntura “para melhorar e potenciar ainda mais as suas operações, o que levou a um desempenho largamente em linha com o previsto”, acrescentando que vai manter uma “estreita colaboração com clientes e parceiros para apoiar o progresso social, o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável“.

Publicidade

comércio

Volume do comércio mundial de mercadorias aumentará 8% em 2021

Retalho

70% da quota das marcas é decidido no ponto de venda