in

Vendas do Carrefour sobem 3,3%

As vendas do Carrefour cresceram 3,3%, para os 19.445 milhões de euros, no primeiro trimestre. Excluindo o efeito das divisas, o crescimento foi de 7,5%.

A pandemia de Covid-19 criou uma situação grave e sem precedentes”, afirma Alexandre Bompard, presidente e CEO do grupo. “Num trimestre muito atípico, as nossas vendas foram impulsionadas pelo sucesso das iniciativas estratégicas lançadas há dois anos e experimentaram uma aceleração notável em março. Deste modo, registaram um crescimento sustentado durante todo o período e em todas as nossas regiões”.

Em França, o seu mercado de origem e o principal, as vendas aumentaram 2,9%, para os 9.292 milhões de euros. Nos restantes países europeus, o crescimento foi de 5,4%, para os 5.647 milhões de euros. Na Ásia, as vendas aumentaram 15,1%, para os 628 milhões de euros, mas na América Latina desceram 0,1%, para os 3.877 milhões de euros.

 

Plano 2022

O grupo francês assegura que a crise derivada da Covid-19 não irá atrasar o desenvolvimento do plano estratégico até 2022. Deste modo, este ano, prevê abrir 2.700 lojas de conveniência, reduzir em 350 mil metros quadrados a rede de hipermercados, impulsionar a marca própria para que represente um terço das vendas e reduzir em 15% o sortido.

O plano inclui, ainda, uma redução de custos anual de 2.800 milhões de euros e o desinvestimento em ativos não estratégicos no valor de 300 milhões de euros.

Publicidade

Starbucks

Receitas da Starbucks caem 5%

Ebro

Grupo Ebro cresce 22,5%