in

Vendas de bebidas energéticas atingem os 38,2 mil milhões de euros

As vendas mundiais de bebidas energéticas atingiram os 32,8 mil milhões de euros em 2015 e deverão crescer para os 53,4 mil milhões de euros em 2020, de acordo com a Euromonitor International.

Este crescimento de 40% irá acontecer não obstante as restrições a estas bebidas em alguns países, motivadas pelas preocupações com o consumo de cafeína, taurina e outros estimulantes.

Com 12,4 mil milhões de euros em vendas, o mercado norte-americano foi o maior em 2015, seguido da Ásia-Pacífico, com 10,1 mil milhões de euros, da Europa Ocidental, com 7,3 mil milhões de euros, da América Latina, com 3,8 mil milhões de euros, de África e Médio Oriente, com 1,8 mil milhões de euros, e da Europa de Leste, com 1,5 mil milhões de euros.

Todas as regiões deverão crescer até 2020, com a China a destacar-se e a duplicar em termos de mercado, passando dos seis mil milhões de euros para os 12,4 mil milhões de euros. A manter-se este ritmo, a China irá ultrapassar os Estados Unidos da América como maior mercado de bebidas energéticas em 2025.

Publicidade

Publicidade

Moleskine abre café em Milão

Tristar funde-se com a Smartwares Safety & Lighting