Johnson & Johnson
in

Vendas da Johnson & Johnson crescem 13,6%

Ganha 2.116 milhões de euros apenas com vendas da vacina contra a Covid-19

O laboratório norte-americano Johnson & Johnson ingressou 2.116 milhões de euros, em 2021, exclusivamente com a venda da sua vacina contra a Covid-19.

Só no quarto trimestre passado, as vendas da vacina da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, atingiram os 1.436 mil milhões de euros.

 

Faturação cresce 13,6%

Embora os números sejam volumosos para um único produto, representam apenas uma pequena fração das receitas totais da empresa, que em 2021, no seu conjunto, faturou mais 13,6%, para os 83.189 milhões de euros.

Por segmentos de negócio, a divisão farmacêutica cresceu 14,3%, para os 46,2 mil milhões de euros, enquanto as vendas de dispositivos médicos cresceram 17,9%, para os 24 mil milhões de euros. O sector dos produtos de consumo cresceu 4,1%, situando-se nos 12.983 milhões de euros.

 

Lucro cresce quase 42%

O custo dos produtos vendidos foi de 26.511 milhões de euros, mais 5% que em 2020, enquanto as despesas com vendas, marketing e administrativas aumentaram 11,7%, para 21.875 milhões de euros. O montante alocado a investigação e desenvolvimento (I&D) expandiu-se 21%, para 13.053 milhões de euros.

Desta forma, o lucro líquido foi de 18.521 milhões de euros, mais 41,9% do que em 2020.

Só no quarto trimestre de 2021, o lucro líquido da Johnson & Johnson foi de 4.201 milhões de euros, o que equivale a multiplicar por 2,7 os lucros do trimestre homólogo de 2020.

empresas

Só um em cada quatro colaboradores acredita que a sua empresa regressará a uma semana de cinco dias no escritório

Barbara Coppola

Decathlon nomeia Barbara Martin Coppola como nova CEO