in

Unicer antecipa encerramento da fábrica de Santarém

A Unicer decidiu antecipar em três meses o encerramento da fábrica de refrigerantes de Santarém, anteriormente agendado para 30 de abril.

Segundo o Dinheiro Vivo, a fábrica vai ser encerrada a 31 de janeiro, mas os salários e prémios serão pagos como se o encerramento acontecesse a 30 de abril. A decisão já foi comunicada aos trabalhadores por Tiago Brandão, diretor de Pessoas da Unicer.

A antecipação da data de encerramento deve-se à redução do período de transição da produção e enchimento de refrigerantes para a Font Salem, parceiro de negócio da Unicer. Ao Dinheiro Vivo, Rui Lopes Ferreira, presidente executivo da Unicer, explica que esta redução do período de transição foi possível “sem comprometer a operação e o abastecimento ao mercado” e invoca razões de “eficiência acrescida”.

Rui Lopes Ferreira lembrou, ainda, que a decisão de encerrar a ex-Rical se deve à taxa de ocupação muito reduzida. “Esta é uma decisão irreversível, porque foi tomada depois de muito estudada e muito ponderada e porque é indispensável para a eficiência e competitividade da empresa. Admito que a polémica tivesse a ver com eventuais expectativas de que a decisão pudesse ser revertida, mas não pode. É para seguir em frente”, garante.

A empresa vai, agora, iniciar o processo de negociação individual com os trabalhadores.

Publicidade

Carrefour compra portal de venda online Rue du Commerce

Costco equaciona expandir-se para Portugal