in

Tiffany recusa oferta de compra bilionária da LVMH

Foto Shutterstock

O grupo de luxo francês Louis Vuitton Moët Hennessy fez uma oferta de compra, no valor de 13 mil milhões de euros, pela cadeia de joalharia norte-americana Tiffany & Co, que esta rejeitou.

Dono de marcas de luxo bem conhecidas, como Dior, Louis Vuitton e Veuve Clicquot, a LVMH tem vindo a explorar as oportunidades para expandir as suas atividades no mercado norte-americano. A Tiffany, com um valor de mercado de 11 mil milhões de euros, enquadrava-se nesta estratégia. Recorde-se que o grupo francês entrou no mercado da joalharia em 2011, quando adquiriu a italiana Bulgari.

A Tiffany foi fundada em 1837 por Charles Lewis Tiffany. Em 1979, foi comorada pela Avon Products, mas há cinco anos que está nas mãos de investidores. As suas vendas atingem os quatro mil milhões de euros.

Caso o negócio se tivesse concretizado, seria uma das maiores compras por parte da LVMH. Com um valor de mercado em torno dos 190 mil milhões de euros, o grupo francês é já a empresa mais valiosa da zona euro.

Publicidade

Publicidade

Bruxelas investiga Casino e Intermarché por coordenação de preços

Intermarché tem nova marca própria PorSi