in

Tetra Pak quer zero emissões até 2030

Tetra Pak

A Tetra Pak reafirma a sua prioridade estratégica de promover a sustentabilidade na indústria alimentar e de bebidas em todo o mundo, ao comprometer-se a alcançar zero emissões de gases com efeito de estufa na totalidade da sua cadeia de valor, até 2050.

De forma a alcançar este objetivo, a empresa compromete-se, desde já, a alcançar zero emissões líquidas de carbono nas suas operações, até 2030. Neste sentido, estabeleceu objetivos de redução de emissões alinhados com a meta de 1,5°C, de acordo com a iniciativa Science Based Targets (SBT), nos âmbitos 1, 2 e 3.

A Tetra Pak foi fundada com base no conceito de que uma embalagem deve permitir economias superiores aos respetivos custos, encontrando-se o compromisso para com a sustentabilidade no centro das suas operações. Desde 1999, a Tetra Pak avalia e mede anualmente o consumo energético e as emissões de gases com efeito de estufa em toda a organização. Além disso, as emissões da empresa são auditadas por uma entidade independente desde 2013.

Lars Holmquist, vice-presidente executivo de Soluções de Embalagem e Operações Comerciais da Tetra Pak, afirma que “temos vindo a cumprir continuamente com os objetivos estabelecidos no sentido de travar as alterações climáticas. Após termos alcançado o nosso primeiro objetivo para 2002 e o objetivo seguinte, para 2005, estamos atualmente em vias de alcançar o nosso objetivo para 2020. Em 2017, a Tetra Pak tornou-se na primeira empresa da indústria alimentar e de bebidas a ver os seus objetivos de redução do impacto das alterações climáticas aprovados pela iniciativa SBT. Mais recentemente, integrámos a Aliança Europeia para uma Recuperação Verde, a primeira iniciativa de mobilização pan-europeia para a implementação de soluções de investimento verde após a crise. Mais uma vez, lideramos esta jornada através do estabelecimento de objetivos ambiciosos de zero emissões de carbono, o que irá conduzir a uma profunda transformação em todo o sector e na totalidade da cadeia de valor. Não nos poderíamos permitir um menor esforço, em face do maior desafio ambiental alguma vez enfrentado pelo planeta”.

De forma a alcançar este objetivo, a Tetra Pak irá centrar-se em quatro áreas chave.

Diminuir emissões

A Tetra Pak investiu mais de 16 milhões de euros na área da eficiência energética, desde 2011, evitando, assim, um aumento de 23% do consumo de energia. Até à data, a empresa instalou já cerca de 2,7 MW de energia solar fotovoltaica (cerca de oito mil painéis solares), o que possibilita a geração de energia elétrica com baixas emissões de carbono e resulta em economias significativas nos custos operacionais.

Membro da iniciativa RE100, a Tetra Pak conseguiu aumentar a sua utilização de eletricidade renovável de 20%, em 2014, para 69%, em 2019, esperando alcançar o objetivo de 80%, em 2020. Esta jornada evolve a instalação de painéis solares em todas as unidades e operações da empresa, assim como a aquisição de certificados renováveis, tendo a empresa sido uma das primeiras a adotar estas medidas em países como a Tailândia e a África do Sul.

 

Reduzir a pegada de carbono

A Tetra Pak colabora ativamente com os seus fornecedores, no sentido de reduzir as emissões de carbono, o que inclui o estabelecimento de objetivos ambiciosos de energia renovável e o aumento da utilização de materiais renováveis e reciclados, fatores críticos na criação de uma economia circular, baixa em emissões de carbono.

Embalagens sustentáveis

Em resultado de uma mudança radical nos níveis de investimento em inovação sustentável, a empresa encontra-se em vias de alcançar o seu principal objetivo de criar embalagens totalmente recicláveis, fabricadas apenas a partir de materiais renováveis ou reciclados, assim como de instalar linhas de processamento e embalagem com uma pegada de carbono mínima.

Reciclagem

A Tetra Pak encontra-se convicta de que todas as embalagens de bebidas podem ser recicladas, envidando esforços para que nenhuma se converta em lixo ou seja enviada para um aterro.

De acordo com Ramiro Ortiz, diretor geral da Tetra Pak Iberia, “há dez anos, estabelecemos
a meta de reduzir as emissões de carbono da totalidade da nossa cadeia de valor, em 2020,
aos níveis registados, em 2010, assegurando simultaneamente o crescimento dos nossos
negócios. Tal resultou numa economia de 12 milhões de toneladas de emissões de gases de efeito estufa até à data. Acreditamos firmemente que, graças ao nosso compromisso para com a inovação e colaboração, nos encontramos no caminho certo para alcançar o nosso ambicioso objetivo de zero emissões até 2050”.

Zara

Inditex precisará de 2 anos para recuperar resultados pré-Covid

Pastel de Nata

Oikos apresenta novo sabor a pastel de nata