in

Tetra Pak prevê oportunidades de crescimento para os sumos 100%

O mercado dos sumos 100% deverá voltar a crescer, apesar da desaceleração económica global e do recente debate em torno do açúcar, segundo revela o relatório Tetra Pak Index 2016, que este ano é dedicado ao sector dos sumos.

De acordo com a empresa, a combinação de novos focos de crescimento com a desaceleração do declínio nos mercados estabelecidos está a estabilizar o mercado de sumos 100% e irá trazê-lo de volta ao crescimento em 2018.

Os dados apresentados no relatório divulgado pela Tetra Pak mostram que os sumos 100% continuam a ser uma parte integrante da dieta alimentar do consumidor, onde mais de 40% revela consumi-los diariamente. Além disso, os consumidores afirmam estar dispostos a pagar um preço premium por sumos que associem a escolhas saudáveis.

Estas são conclusões que indicam um grande potencial para o sector dos sumos 100%, onde o crescimento virá sobretudo da procura de produtos que respondam às necessidades dos consumidores focadas na saúde e do consumo fora do lar, tendências particularmente fortes junto dos Millennials, a geração de consumidores mais influente de sempre. A indústria já respondeu com inovações em três áreas-chave: nutrição vegetal, “totalmente natural” e especialidade 100% sumo.

Segundo o comunicado da Tetra Pak, bebidas de vegetais que misturam frutas e legumes, reduzindo o teor natural de açúcares e adicionando benefícios para a saúde, são já o quarto sabor mais popular nos sumos 100% em todo o mundo. Os novos lançamentos de produto que utilizam vegetais como ingrediente triplicaram em 2015, comparativamente com o ano de 2012.

Nos últimos seis anos, os sumos NFC (“not from concentrate”) ganharam quota de mercado face aos sumos à base de concentrado de fruta, aumentando de 25% em 2009 para quase 30% em 2015. Os novos lançamentos de produtos com alegações de “totalmente natural” registaram uma taxa de crescimento anual composta de 25% entre 2012 e 2015, em especial os sem aditivos e/ou conservantes.

Mais de 60% dos consumidores em todo o mundo afirmam estar interessados em produtos com benefícios comprovados para a saúde. Além da adição de vegetais, os produtores estão a elevar a oferta de sumos 100% “enriquecidos com…” ou “vitaminados”. Em 2015, por exemplo, os produtos enriquecidos com benefícios funcionais para a saúde do sistema imunitário, do coração, do sistema digestivo, ossos, cérebro e beleza representaram dois terços dos novos lançamentos. “É bom ver que as marcas a nível mundial estão a transformar em oportunidades os desafios colocados pelas alterações de estilo de vida e pelo debate em torno dos açúcares. Estão a impulsionar o crescimento nos sumos 100% através de novos produtos que cativam a imaginação dos consumidores, saindo das frutas tradicionais, como a laranja e a maçã, para abarcar todo um leque de inventivas misturas de vegetais e de novos sabores de fruta que criam infinitas possibilidade para novas receitas. Como nunca antes, a chave para o sucesso é a inovação com a oferta dos produtos certos, no momento adequado, em respostas às necessidades do consumidor moderno. Não menos importante, é a capacidade de captar a atenção e de estabelecer uma relação emocional com o consumidor”, comenta Dennis Jönsson, presidente e CEO da Tetra Pak.

O relatório agora divulgado pela Tetra Pak destaca, ainda, o grande potencial dos sumos 100% nos mercados emergentes, com um assinalável crescimento já em curso na China e no Brasil e noutros “pontos quentes” como a Malásia, a Índia e a Indonésia.

Publicidade

Investimento no mercado logístico alcança 413 milhões de euros em Espanha

Jumbo entrega material escolar no valor de 148 mil euros