in

Supermercado alemão remove todos os produtos estrangeiros

Uma loja em Hamburgo, pertencente à cadeia alemã Edeka, removeu todos os produtos não fabricados na Alemanha, numa declaração contra o racismo.

O resultado é que o supermercado ficou com muitas prateleiras vazias, preenchidas com slogans anti-racismo como “É assim que fica uma prateleira sem estranhos” e “Nós ficaremos mais pobres sem diversidade”. “Edeka representa variedade e diversidade“, explicou um porta-voz da cadeia de supermercados. “Vendemos muitos itens criados em todas as regiões alemãs, mas só podemos criar variedade graças aos produtos criados noutros lugares. Os nossos clientes valorizam a nossa variedade única e estamos felizes que a nossa campanha tenha gerado tantas reações positivas“.

O movimento foi viral nas redes sociais, onde imagens das prateleiras vazias se espalharam. Contudo, alguns consumidores sentem que isso mostra que os supermercados têm que fazer um esforço adicional para vender itens locais. As prateleiras ficaram vazias apenas por um dia, porque no dia seguinte a Edeka repôs os stocks. 

Publicidade

Unilever interessada em comprar a Estée Lauder

Mercado europeu de FMCG cresce à taxa mais rápida em três anos