in

Sony Europa apresenta novo presidente

O atual Presidente da Sony Europe Limited, Shigeru Kumekawa, retornará a Tóquio após ser nomeado Corporate Executive e presidente da Sony Marketing Inc., a partir de 1 de abril.

Hideyuki Furumi, atual vice-presidente executivo e diretor de Marketing de Vendas da Sony Mobile Communications Inc., sucederá a Shigeru Kumekawa como presidente da Sony Europa.

O gestor tem impulsionado o crescimento da Sony Europa desde 2016, gerindo os seus negócios de eletrónica em 40 países. Anteriormente, liderou os mercados da Rússia e da CEI, com sede em Moscovo, e, antes disso, ocupou posições nos mercados da Malásia, Holanda e do Golfo. Além disso, passou um total de oito anos na função de gestão de marketing da CAV na Sony Marketing Japan.

Por sua vez, Hideyuki Furumi é diretor de Vendas Globais e Marketing na área de negócio de telemóveis desde 2016 e, durante esse período, construiu relacionamentos vitais com os seus principais parceiros de negócios em todo o mundo, tanto para oportunidades atuais quanto para futuras. Antes disso, as suas funções incluíam liderar a Estratégia Global de Produto/UX em todas as categorias de produtos, o marketing da área de negócio dos computadores VAIO nos Estados Unidos da América e os negócios de TV na Europa, bem como a comercialização de CAV na Tailândia e em Singapura.

Masaru Tamagawa, diretor global de Vendas e Marketing e presidente da Sony Marketing Inc., afirma que “a Europa é um dos mercados mais importantes da Sony e o maior mercado para a nossa marca de hardware. Com a experiência única e diversificada de Hideyuki Furumi, a Sony impulsionará a sua posição de marca para um crescimento futuro. Ao mesmo tempo, tenho certeza que o grande equilíbrio de experiência e liderança do Shigeru Kumekawa nos mercados interno e externo vai estimular os negócios no Japão, mudando a maneira como nos comunicamos com os nossos clientes, tanto online quanto offline, na frente de loja”.

Amazon bate recorde de vendas no Natal graças à Alexa

Nespresso doa 90 toneladas de arroz ao Banco Alimentar