in

Sonae MC assina protocolo com Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos

A Sonae MC assinou um protocolo com o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), dando a conhecer uma parceria com o objetivo de promover o ingresso no ensino superior e dar resposta às necessidades de recrutamento, a partir da oferta formativa mais alinhada com as atuais exigências das marcas que representa.

Portugal está perante uma galopante falta de recursos humanos qualificados em algumas áreas, realidade agravada pelos mais de 800 mil portugueses que, entre 2012 e 2017, saíram do país em busca de melhores oportunidades profissionais no estrangeiro, segundo indicam os dados do Instituto Nacional de Estatística. Pelo segundo ano consecutivo, as instituições de ensino superior estabeleceram um novo mínimo no número de novos cursos que pediram autorização para entrar em funcionamento. Em 2017, a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) recebeu 184 propostas para a abertura de licenciaturas, mestrados e doutoramentos. No início da década, eram mais de 400.

Consciente da necessidade de aumentar a qualificação superior da população portuguesa e de a sensibilizar para as vantagens de um curso superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior lançou um conjunto de iniciativas do qual se destaca o programa Estudar mais é preciso.

A Sonae MC associou-se a este desafio, desenvolvendo iniciativas de promoção do ensino superior e da empregabilidade, que em breve serão conhecidas, através da sua marca Continente, aproveitando a capilaridade das suas lojas e a relação de proximidade com os portugueses.

Enquanto grande empregadora, a Sonae MC apresenta necessidades de recrutamento concretas, identificando regularmente falta de competências em áreas críticas dos seus negócios, nomeadamente nas áreas da saúde (audiologia, ortóptica e ciências da visão, ótica, assistência dentária), distribuição/comércio e logística e transportes. Como efeito da parceria, os Institutos Politécnicos e a Sonae MC comprometem-se a desenvolver em colaboração uma oferta curricular adequada, nomeadamente a partir da disponibilização de cursos técnicos de curta duração. Desta forma, pretende-se também descentralizar a oferta curricular, tendo em conta as necessidades de profissionais qualificados em determinadas regiões do país.  Por outro lado, a Sonae MC pretende dar resposta às suas necessidades de recrutamento apostando na reconversão de carreiras dos seus colaboradores. “Está inerente à estratégia da Sonae MC contribuir ativamente para aumentar as qualificações dos seus colaboradores, bem como das respetivas famílias e da comunidade em geral. Acreditamos que, com o aumento das qualificações, as diferentes gerações terão acesso a uma qualidade de vida melhor e estarão mais preparadas para os desafios com que a sociedade se confronta e confrontará no futuro. A Sonae MC pretende, deste modo, contribuir para o sucesso escolar, empregabilidade, realização e felicidade dos jovens e de toda a população portuguesa”, refere Isabel Barros, administradora da Sonae MC. “É com base nesta convicção que a Sonae MC se associa ao conjunto de iniciativas lançado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, no sentido de apoiar a promoção da qualificação e a sensibilização para as vantagens de um curso superior”.

Publicidade

Publicidade

Fnac atualiza app do cartão

Um Bongo com nova receita e novos sabores