in

Rui Miguel Nabeiro nomeado presidente da ICP

CEO da Delta Cafés sucede a Kathrine Löfberg na presidência do International Coffee Partners

ICP Chair Handover_Kathrine Löfberg_Rui Miguel Nabeiro

A organização sem fins lucrativos International Coffee Partners (ICP) anunciou o novo presidente: Rui Miguel Nabeiro, CEO do Grupo Nabeiro – Delta Cafés, Portugal, sucede a Kathrine Löfberg, presidente do Conselho de Administração da Löfbergs, na Suécia.

Sob a nova liderança, a ICP pretende “aprofundar o seu trabalho em áreas estratégicas, impactar jovens agricultores e continuar a gerar conhecimento em torno das alterações climáticas. O reforço das parcerias será também um ponto fulcral nos próximos anos“. A ICP propõe-se, ainda, a “apoiar e melhorar a qualidade de vida dos pequenos produtores de café, tornando-os mais competitivos e dotando-os de práticas sustentáveis”.

Recorde-se que esta associação resulta da parceria pré-competitiva das principais empresas familiares europeias de café: Delta Cafés (Portugal), Franck (Croácia), Paulig (Finlândia), Joh. Johannson (Noruega), Löfbergs (Suécia), Lavazza (Itália), Neumann Kaffee Gruppe e Tchibo (Alemanha).

 

Balanço

Na apresentação oficial, que decorre esta qarta-feira, dia 8 de março, em Lisboa, na Delta The Coffee House Experience, Kathrine Löfberg fez um balanço dos seus sete anos enquanto presidente da ICP, destacando marcos e desafios do seu mandato. Em 2021, por exemplo, a ICP celebrou o seu 20.º aniversário. “A nossa experiência de 20 anos de ICP ensinou-nos a não olhar para a produção de café de uma forma isolada, mas para a agricultura familiar como um todo”, descreve. “Adotámos uma abordagem holística que inclui as gerações mais jovens, questões de género, atividades fora da exploração agrícola e a natureza”, acrescentou.

O mandato de Kathrine Löfberg, que se prolongou devido à pandemia de Covid-19, acompanhou desafios na segurança alimentar, transporte, disponibilidade de mão-de-obra e insumos nas regiões do projeto. “Apesar das adversidades vividas pelas famílias, que já se encontravam numa situação vulnerável, verificámos que as que participaram nos projetos da ICP foram capazes de reagir e mitigar os desafios colocados pela pandemia”, declarou Kathrine Löfberg.

A Löfbergs é uma torrefatora de café pertencente à família na quarta geração, pelo que o café e a sua cultura sustentável são os seus pilares. “Foi um prazer liderar a ICP como presidente durante sete anos e, claro, continuarei a apoiar as atividades da ICP como parte do ‘steering committee’, desejando o maior sucesso ao novo presidente, Rui Miguel Nabeiro”.

Recorde-se que, desde a sua fundação, em 2001, a ICP já atingiu mais de 110 mil famílias de pequenos produtores, em 13 países.

 

Futuro

Nos próximos anos, a ICP planeia continuar a desenvolver as suas atividades com foco específico nas gerações mais jovens e nas alterações climáticas. O recém nomeado presidente do organismo, Rui Miguel Nabeiro, está empenhado em acompanhar estas atividades em conjunto com o “steering committee”. “Tenho o prazer de contribuir para o crescimento do nosso trabalho conjunto. As gerações mais jovens e as alterações climáticas são as prioridades da ICP. O nosso objetivo é dotar os mais jovens de ferramentas que lhes permitam explorar a agricultura e o café como pilares da sua subsistência”.

No que diz respeito às alterações climáticas, a ICP planeia reforçar, ainda mais, a iniciativa coffee&climate (c&c), que foi fundada pelos parceiros da ICP em conjunto com a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), em 2010. Hoje, a iniciativa é composta por vários membros de empresas privadas e o parceiro público, a Swedish International Development Cooperation Agency (Sida). Kathrine Löfberg é a atual presidente da c&c e irá trabalhar em estreita colaboração com Rui Miguel Nabeiro nestes temas comuns.

Outro objetivo para os próximos anos é expandir as parcerias da ICP. Rui Miguel Nabeiro afirma, a esse propósito, que “a ICP tem muito a oferecer quando se trata de conhecimento e experiência no terreno. O trabalho de parceria com atores públicos e privados ajuda-nos, a todos, a utilizar sinergias e a enfrentar os desafios nas regiões de forma mais eficiente”.

Inflação

4 em cada 5 consumidores acreditam que as empresas estão a tirar partido da inflação para aumentar os preços

NSH_CalvinKlein 1

Calvin Klein abre a primeira loja em Portugal